icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
08/12/2013
23:32

Os vândalos Leoni Mendes da Silva, de 23 anos, Jonathan Santos, 29 anos, e Arthur Barcelos de Lima Ferreira, de 26, presos pela briga generalizada na Arena Joinville neste domingo, durante Atlético-PR x Vasco, pela última rodada do Brasileirão, serão encaminhados para o presídio da cidade e responderão pelos crimes de tentativa de homicídio, associação criminosa, destruição de patrimônio além de um que se enquadra no Estatuto do Torcedor: incitar a violência. Um deles também responderá por furto.

De acordo com os delegados Dirceu Silveira e Douglas Roberto de Cinque as perícias no estádio serão iniciadas já neste domingo.

- Não vai parar por aí. Vamos continuar com as investigações. Já solicitamos novas imagens para identificar outras pessoas. Foi claramente uma briga entre torcidas. Estavam ali para honrar a camisa de suas torcidas organizadas. Vamos analisar todas as filmagens e prosseguir com as investigações - disse Dirceu Silveira.

Além dos vascaínos, mais três atleticanos também foram presos, mas não tiveram os nomes identificados.

Imagens fortes! Veja a confusão entre torcedores de Vasco e Atlético-PR