icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2014
12:18

Em julgamento realizado na manhã desta quinta-feira, no Rio de Janeiro, o Pleno do STJD reafirmou a absolvição do Corinthians no Caso Petros que, em caso de decisão contrária, poderia fazer o clube perder quatro pontos no Campeonato Brasileiro pela inscrição do jogador - Alvinegro já havia sido absolvido em primeira instância.

Os auditores entenderam que o clube não foi responsável pelo suposto conflito entre a data de início do contrato do jogador e seu registro, assim como a Federação Paulista, deixando a culpa apenas para a própria CBF, responsável pela publicação no BID. Entidade máxima do futebol pagará uma multa de R$ 10 mil.

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi Filho, fez questão de acompanhar in loco, assim como estiveram presentes advogados de Grêmio e Internacional, que entraram como parte interessa no julgamento, já que os dois clubes brigam com os paulistas pela vaga na próxima Copa Libertadores.