icons.title signature.placeholder João Pires
17/04/2014
10:01

A última rodada da NBA nesta quarta-feira definiu todos os confrontos dos playoffs do camopeonato, que começam neste sábado, já com quatro jogos. As séries serão definidas em melhor de sete jogos.

Atual bicampeão da NBA, o Miami Heat ficou com a segunda posição do Leste e vai enfrentar uma das presenças mais surpreendentes neste playoff: o Charlotte Bobcats. Atual vice, o San Antonio Spurs vai encarar o campeão de 2011, o Dallas Mavericks.

Os playoffs começam neste sábado, com duas partidas de cada conferência: Indiana Pacers x Atlanta Hawks, Toronto Raptors x Brooklyn Nets, Oklahoma City Thunder x Memphis Grizzlies e Los Angeles Clippers x Golden State Warriors. Os outros quatro confrontos restantes começam no domingo.

Vale lembrar que o playoff é dividido em dois lados: Leste e Oeste. A primeira rodada tem quatro confrontos em cada lado e definem os times que avançam às semifinais de cada conferência. O campeão do Leste enfrenta o vencedor do Oeste na decisão do campeonato.

Confira abaixo como serão os confrontos:

LESTE:

Paul George, LeBron James, Paul Pierce e Nenê. Estes são alguns dos astros dos playoffs da Conferência Leste da NBA (Foto: AFP)

Indiana Pacers x Atlanta Hawks

De um lado, uma das equipes mais interessantes desta temporada: o Indiana Pacers. Com um quinteto titular muito forte (George Hill, Lance Stephenson, Paul George, David West e Roy Hibbert), o líder do Leste promete ir longe novamente, após ter sido finalista de conferência ano passado. O ala Paul George e o ala-armador Lance Stephenson vivem grande fase.

Pelo Atlanta Hawks, a perspectiva não é boa. Tentará surpreender os favoritos com uma equipe desfalcada. Sem o pivô dominicano Al Horford (lesão no peitoral) e o mexicano Gustavo Ayon (lesão no ombro), a aposta é no ala-armador Kyle Korver, que este ano estabeleceu o recorde de 127 partidas seguidas com pelo menos uma cesta de três pontos convertida.

Miami Heat x Charlotte Bobcats

Mais uma vez, o trio LeBron James, Chris Bosh e Dwyane Wade deve dar trabalho na pós-temporada da NBA. A franquia não conseguiu corrigir sua única deficiência, que é a falta de um pivô de origem, mas é mais uma vez favorita em função destes três astros. Além disso, a equipe ainda tem o armador Mario Chalmers mais maduro e conta com nomes experientes no banco de reservas, como Shane Battier, Ray Allen e Chris Andersen.

Já o Bobcats, que ano passado fez campanha pífia, surpreendeu nesta temporada por ter chegado aos playoffs. As apostas da equipe de propriedade de Michael Jordan são o armador Kemba Walker e o pivô Al Jefferson, que carregou a equipe com um grande aproveitamento ofensivo e uma melhora na defesa, que nunca foi seu ponto forte.

Toronto Raptors x Brooklyn Nets

A franquia do Canadá fez uma grande temporada após não ter ido aos playoffs ano passado. Este bom rendimento pode ser creditado ao ala-armador DeMar DeRozan, que fez uma temporada consistente e é o melhor da equipe. O reserva Greivis Vasquez costuma entrar bem.

Já o Brooklyn Nets chega aos playoffs com a moral de ter vencido todas as partidas contra o atual bicampeão Miami Heat na temporada. Além da experiência dos veteranos Paul Pierce, Kevin Garnett e Andrei Kirilenko, o time ainda tem Joe Johnson, que fez grande temporada, e o bom armador Deron Williams. Por outro lado, está desfalcado do pivô Brook Lopez, que só retorna na próxima temporada.

Chicago Bulls x Washington Wizards

Mais uma vez nos playoffs, o Chicago Bulls não terá o lesionado Derrick Rose, assim como no ano passado. Apesar da ausência de seu principal astro, o time tem o pivô francês Joakim Noah em boa fase e seu companheiro de garrafão, Carlos Boozer, completando um forte dueto no garrafão.

Pelo Washington, a equipe voltou aos playoffs após seis anos. A dupla de garrafão, formada pelo brasileiro Nenê e o polonês Marcin Gortat, é uma arma poderosa da equipe da capital, que ainda tem o armador John Wall em grande fase, mas jogando seu primeiro playoff da carreira.

OESTE:

Tim Duncan, Kevin Durant, Blake Griffin e James Harden são alguns craques da bola laranja que estarão nos playoffs do Oeste (Fotos: AFP)

San Antonio Spurs x Dallas Mavericks

Vice-campeão no ano passado, o San Antonio Spurs teve a melhor campanha da NBA este ano (62 vitórias e 20 derrotas). O time manteve a mesma base, com Tony Parker na armação, Tim Duncan e o brasileiro Tiago Splitter no garrafão. O argentino Manu Ginobili entra muito bem e é um grande arremessador.

Campeão em 2011, o Dallas Mavericks segue apostando no ala-pivô alemão Dirk Nowitzki, astro daquele título. O armador Monta Ellis também vem em boa fase.

Oklahoma City Thunder x Memphis Grizzlies

Kevin Durant e Westbrook. Estes dois atletas são as armas do Thunder, especialmente o primeiro, que é candidato a melhor jogador da temporada. O time ainda tem o pivô espanhol Serge Ibaka, que é um bom defensor.

Enquanto isso, o Grizzlies segue apostando na receita que o levou à final do Leste ano passado. A dupla de garrafão formada por Zach Randolph e o espanhol Marc Gasol, este o melhor defensor da última temporada, promete mais uma vez.

Los Angeles Clippers x Golden State Warriors

Ao contrário do rival Lakers, o Clippers fez uma temporada consistente. O ala-pivô Blake Griffin e o armador Chris Paul são nomes de peso da equipe. O time de Los Angeles, porém, tem um problema. Apesar de ser uma das melhores equipes em termos ofensivos na NBA, o time não é forte na defesa e sofreu uma média de 100 pontos por jogo na temporada.

Pelo Golden State, a mesma base jovem que foi aos playoffs ano passado ganhou um nome experiente para ajudar este ano: o ala Andre Iguodala, que é um jogador decisivo. Além disso, Stephen Curry promete fazer um bom duelo de armadores com Chris Paul.

Houston Rockets x Portland Trail Blazers

Com a presença do pivô Dwight Howard, tido como um dos melhores da liga, o Houston tornou-se grande. Outro perigo da equipe é o ala-armador James Harden, que tem um arremesso decisivo. Dos times que foram aos playoffs, Howard foi o recordista de duplos-duplos na temporada, com 47 ao todo, todos obtidos em pontos e rebotes.

Enquanto isso, o Portland vem com uma equipe impulsionada pelo armador Damian Lillard e o ala-pivô LaMarcus Aldridge, que fizeram grande temporada. Enquanto Lillard tem média de mais de 20 pontos, Aldridge se destaca com 23 pontos e 11 rebotes em média por partida.