icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/02/2015
08:00

Se a defesa do Vasco vai muito bem, o ataque ainda precisa de ajustes. Ciente disto, o técnico Doriva pretende armar uma equipe ofensiva para o jogo contra o Bangu, neste sábado, em São Januário, pela sétima rodada do Campeonato Carioca. Pelo menos foi o que ele demonstrou durante o treino tático, ontem, na Colina.

Ao que tudo indica, a equipe terá uma mudança levando-se em conta o time que enfrentou o Fluminense, no último fim de semana. O volante Guiñazú, suspenso pelo terceiro cartão amarelo em três jogos, deu lugar ao meia Bernardo, de volta após cumprir suspensão pela expulsão diante do Barra Mansa. Com a mudança, o time ganhará em ofensividade, contra o Bangu.

Com a proposta ofensiva, Doriva pretende responder a ordem do presidente Eurico Miranda, que na apresentação do treinador pediu para o time jogar para frente. O Cruz-Maltino tem o pior ataque entre os cinco primeiros colocados do Campeonato Carioca, com dez gols em seis jogos. Apesar disto, teve mais posse de bola em todas as partidas que disputou até o momento.

A novidade ficou por conta da manutenção do volante Julio dos Santos e dos atacantes Rafael Silva e Gilberto. Os três foram bem no clássico contra o Fluminense e se credenciaram a permanecer na equipe principal. O paraguaio vai atuar de forma mais defensiva, ao lado de Serginho, na cabeça de área. Para ele, quanto mais opções no elenco, melhor para o técnico Doriva armar a equipe.

– Para o treinador é bom ter esse problema de elenco muito grande, com jogadores de qualidade, no qual somente onze jogam. Tem gente que fica até fora do banco , mesmo tendo condição de jogar. É bom para o Doriva e para o grupo saber que qualquer jogador pode fazer as funções pedidas – disse.

Com as mudanças, o meia-atacante Montoya perdeu a vaga no time titular e deve ser apenas opção no banco. No treino de ontem, Marcinho também não participou. Ficou na academia fazendo trabalho de prevenção, mas não preocupa para o jogo. Na atividade, Jhon Cley entrou no lugar dele. Até o jogo contra o Bangu, Doriva tem mais dois treinos para ajustar o time, mas pouco deve mudar.