icons.title signature.placeholder Fabricio Crepaldi e Thiago Ferri
10/12/2013
07:54

Reforçar e acertar o setor defensivo da equipe. Essa é a prioridade definida pela comissão técnica e pela diretoria do Palmeiras de olho no ano do centenário.

Após reuniões entre as duas partes, ficou decidido que o time será acertado "de trás para a frente". Primeiro, o clube dará mais ênfase aos atletas que atuem na defesa, para depois pensar em contratações para o ataque do time.

As primeiras movimentações, tanto de mercado como na renovação dos jogadores em fim de contrato, demonstram isso. A maioria dos nomes procurados e colocados como prioridades atuam no setor defensivo. Hoje, o principal alvo é Lúcio. Elano, que joga como segundo e terceiro volante, é outro na mira.

A decisão tem justificativa. A defesa foi o setor mais irregular da equipe durante a última temporada e sofreu durante a Série B. Agora, pode encarar grandes mudanças.

De titulares garantidos no próximo ano, apenas Fernando Prass, Henrique e Juninho (veja mais abaixo). Mesmo assim, o último não é unanimidade no clube.

A preocupação com o setor é clara. Dos cinco atletas com contrato por acabar que a direção tentará renovar, quatro são da defesa: Vilson, Márcio Araújo, Charles e Marcelo Oliveira. Porém, a situação do primeiro se complica a cada dia.

– Estamos distantes de um acordo e a renovação está bem complicada de sair. Existia uma opção, mas a proposta que nos foi passada está distante do que havíamos falado antes. Ele esperava até uma valorização maior pelo o que produziu em 2013 – disse ao LANCE!Net Tiago Faria, advogado do atleta. Segundo ele, há outras três propostas para o camisa 15 do Verdão.

Entre os jogadores desejados, a maioria também atua na defesa (veja mais abaixo). O clube procura ao menos um lateral para cada lado e um zagueiro para o centenário.

VAIVÉM DO SETOR DEFENSIVO

Garantidos
Dos jogadores do setor defensivo do time, estão garantidos no próximo ano, com contrato: os goleiros Fernando Prass e Fábio, o lateral-direito Bruno Oliveira, o lateral-esquerdo Juninho, os zagueiros Henrique, Tiago Alves e Thiago Martins e os volantes Eguren, Wesley e Renatinho.

Contrato para acabar
Também há muitos atletas no setor com contratos que se encerram no fim do ano: o goleiro Bruno não deverá ficar, assim como o zagueiro André Luiz, o lateral Wendel e o volante Léo Gago. Esses ficarão em "espera" e, caso o clube não tenha êxito em contratações, poderão ser chamados para renovar. Vilson é outro, mas a negociação está complicada. O lateral-esquerdo Fernandinho já foi embora e Luis Felipe, com contrato até março, não ficará.

Interessam ao clube
O zagueiro Lúcio é o principal nome para a defesa e já há reunião marcada com os agentes dele para essa semana. O volante Elano tem situação idêntica e haverá um encontro por ele nos próximos dias. Para a lateral direita, Jorge Moreira, do Libertad (PAR), e Stefan Medina, do Atlético Nacional (COL), interessam, mas o clube ainda não fez propostas. O zagueiro Anderson, do Fluminense, é uma opção, mas a prioridade é Lúcio. Um volante também pode chegar.