icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
28/11/2013
13:49

Nesta quinta-feira, um dia depois do acidente que matou dois operários na Arena Corinthians, a Defesa Civil resolveu interditar 5% das obras no local. A decisão foi tomada após vistoria feita no local.

- A Defesa Civil, junto com o Corpo de Bombeiros e a subprefeitura de São Paulo, decidiu, após nova vistoria, que está mantida a interdição inicial de 5% da obra. Agora, os responsáveis vão solicitar autorização junto à prefeitura para a execução das obras emergenciais – disse Jair Paca de Lima, coordenador da Defesa Civil de São Paulo.

A área interditada corresponde a 30% da área leste, região em que o guindaste caiu e que foi palco do acidente. As demais partes podem continuar operando normalmente.

A interdição não tem prazo e vai durar até as obras emergenciais serem concluídas.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção Civil de São Paulo (Sintracon), Antônio Sousa Ramalho, disse que suspeita que o solo pode ter cedido durante o acidente de quarta-feira.

- Se cedeu, foram apenas alguns milímetros – afirmou Paca de Lima.

As causas do acidente serão determinadas pela polícia técnica e científica, que faz vistoria no local.