icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
21:02

O Botafogo encara o San Lorenzo (ARG) nesta quarta-feira, às 22h, em Buenos Aires, num jogo que pode valer vaga para as oitavas de final da Libertadores. Para não depender do resultado da partida entre Unión Española (CHI) x Independiente del Valle (EQU), o Glorioso precisa vencer o Ciclón.

Consciente de que o empate pode não ser o suficiente para passar de fase, o técnico Eduardo Hungaro pensa em vencer fora de casa pela primeira vez nesta edição do torneio sul-americano.

- O empate não nos serve, ele pode nos servir. Não estamos pensando no empate. Não temos garantia de que o empate vai nos dar a classificação. O Botafogo tem que pensar em vencer - comentou o treinador, que admitiu jogar no contra-ataque em alguns momentos da partida.

- O adversário vai estar jogando em casa. Não vai ser tão fácil jogar no campo deles. Por vezes, vamos ter que nos posicionarmos mais atrás por uma questão do jogo, mas estamos preparados para jogar no campo deles, no nosso campo e sair no contra-ataque. A equipe apresentou um rendimento muito interessante em bolas de contra-ataque nos treinos - disse Hungaro.

Sem poder contar com o lateral Edilson e o volante Marcelo Mattos, ambos suspensos, o Botafogo terá Lucas na lateral direita e Airton como volante. No ataque, porém, o time tem a volta de El Tanque Ferreyra, que estava suspenso na última partida da competição, na derrota sofrida diante do Unión Española, por 1 a 0, no Maracanã.

DESFALCADO, TIME DO PAPA ENCARA JOGO COMO FINAL

O San Lorenzo terá importantes desfalques para a partida desta quarta-feira: os zagueiros Fontanini e Cetto, o meia Romagnoli e o atacante Nicolás Blandi. Fontanini e Romagnoli foram suspensos por quatro jogos depois da confusão na qual se envolveram no fim da partida contra o Independiente del Valle (EQU), que terminou empatada em 1 a 1, no Equador. Os jogadores reclamaram muito com o árbitro Carlos Amarilla e acabaram punidos pela Conmebol. Cetto ainda cumpre suspensão por um cartão vermelho, enquanto Blandi está fora do duelo contra o Botafogo por causa de um problema muscular na coxa direita.

Apesar das baixas, o time argentino está confiante de que pode vencer o Alvinegro e conquistar uma vaga nas oitavas de final da competição que nunca levantou o caneco. Para o meia Piatti, a partida contra o Glorioso é uma final.

- É um jogo muito importante. Sabemos o que significa para um clube e a torcida esta classificação. Será uma final e temos que enfrentar a partida desta forma - comentou o camisa 28.

Para garantir a classificação para a próxima fase da competição, o Ciclón, que tem 5 pontos, terá de vencer o Botafogo por uma diferença de gols suficiente para superar o Independiente del Valle (EQU), que também pode chegar aos 8 pontos. O time equatoriano encara o Unión Española (CHI), no Estádio Santa Laura, em Santiago, no mesmo horário do jogo na Argentina.

Em comparação à derrota no Maracanã, o time argentino evoluiu bastante no campeonato nacional, no qual é o líder. A expectativa é de casa cheia no Nuevo Gasómetro para o duelo contra o Alvinegro.

SAN LORENZO X BOTAFOGO

Local: Nuevo Gasómetro, Buenos Aires (ARG)
Data/horário: Quarta-feira, às 22h
Árbitro:  Juan Soto (VEN)
Auxiliares: Carlos López (VEN) e Luis Murillo (VEN)

SAN LORENZO: Sebastián Torrico, Julio Buffarini, Carlos Valdés, Santiago Gentiletti, Emmanuel Mas, Juan Mercier, Néstor Ortigoza, Héctor Villalba, Ignacio Piatti, Ángel Correa e Mauro Matos. Técnico: Edgardo Bauza.

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Airton, Gabriel, Jorge Wagner e Lodeiro; Wallyson e Ferreyra. Técnico: Eduardo Hungaro.