icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
09:04

Após mais uma sessão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na tarde de terça-feira, sobre a disputa entre Flamengo e Sport por conta do título da Copa União de 1987, nada foi decidido. Isso porque o ministro Sidnei Beneti divergiu da posição da relatora, a também ministra Nancy Andrighi, que foi acompanhada pelo outro ministro João Otavio de Noronha, deixando o resultado em 2 a 1 para o time pernambucano.

Como nenhum lado do pleito chegou a três votos, o julgamento será remarcado, ainda sem data prevista, por falta de quórum. A polÊmica chegou ao âmbito superior em agosto de 2013. No fim do ano passado, a decisão também já havia sido adiada.

ACTIVO
- As realidades opostas de Botafogo e Flamengo

E MAIS
- Eliminação precoce na Liberta seria retrocesso em caminhada do Flamengo

Na época, a ministra Nancy Andrighi, relatora do caso, votou preliminarmente para reconhecer inadequação da medida tomada pelo Sport e a extinção do processo. O julgamento foi suspenso por pedido de vista do ministro Sidnei Beneti.

No início de 2011, a CBF reconheceu que houve dois campeonatos em 1987 e assim, dois campeões: Flamengo e Sport. Porém, a equipe pernambucana não concordou com a decisão e entrou com uma ação no Tribunal Regional Federal (PE) pedindo que a decisão da CBF fosse invalidada, o que aconteceu.