icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
20/06/2014
14:03

Desde a reapresentação do Brasil na Granja Comary, na quinta-feira, os questionamentos sobre o baixo rendimento da Seleção comparado à performance na Copa das Confederações do ano passado tornaram-se corriqueiros. Depois de Julio Cesar admitir que a equipe pode melhorar o padrão de jogo, David Luiz, nesta sexta-feira, também compactuou da opinião do camisa 1 e descartou que o desempenho esteja atrelado a questões físicas.

O jogador afirma que o grupo está inteiro e ainda comemora o fato de que jogador algum sofreu lesão durante a preparação para o Mundial.

- Isso não tem a ver com a parte física. Estamos bem. Foram feitos testes na primeira semana e trabalhos específicos para que todo o grupo estivesse no mesmo nível - disse.

As críticas por parte da mídia aumentaram depois do empate sem gols com o México. Para o zagueiro, a reação era esperada simplesmente pelo fato de a segunda vitória não ter sido sacramentada.

- O questionamento no esporte acontece devido ao resultado. E o brasileiro foi acostumado com muitos gols. A parte física está controlada e todos estão felizes e se sentindo bem. Todos estão aptos para ajudar - comentou.

Ciente da necessidade de melhora, David Luiz não especifica como esses ajustes precisam acontecer, mas diz que empenho por parte do grupo não irá faltar na sequência do torneio.

- Não sei explicar o que precisamos fazer. Tentamos dar o máximo a cada treino e a cada jogo para que tudo saia perfeito. Tem jogo em que as coisas não acontecem como queremos. É normal. As seleções estudaram muito nosso time e, assim, cada jogo que passa sempre fica mais difícil. Mas temos consciência de que podemos melhorar - admitiu David Luiz.