icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/02/2015
12:33

O meia Dátolo está com moral alta no Atlético Mineiro. Ídolo da torcida, grande destaque do Galo na vitória sobre o Tupi por 2 a 0, na estreia do Mineiro e fazendo um golaço de falta (que foi o primeiro do Estadual). Para completar, recebeu a camisa 10, herdando o número de Ronaldinho. É pouco?

- Estou bem. E muito orgulhoso por usar a camisa do Ronaldinho, o melhor do Mundo. Todos sabem o carinho e o respeito que o atleticano tem pelo Ronaldo e vestir essa camisa com o seu sucesso é muito importante - disse Dátolo.

E MAIS:
> Cárdenas desembarca em BH e será aprentado nesta sexta-feira
> Jemerson prorroga o contrato com o Atlético até 2019

Só que o jogador precisa mostrar muito serviço para seguir imperando no Atlético. Afinal, o colombiano Cárdenas,que desembarcou em Belo Horizonte na manhã desta quinta-feira e será apresentado pelo Atlético nesta sexta, após os exames, joga na sua faixa de campo. Seria uma concorrência?

- Aqui não tem vaidade. Vamos torcer um pelo outro. O que ocorrerá é uma briga normal pela disputa da vaga, mas Cárdenas é um companheiro a mais e vamos respeitá-lo muito. Ele é bem-vindo demais pois é excelente e um importante reforço. Estou aqui junto com os outros companheiros para que ele tenha um grande ano e logo se adapte - disse Dátolo.

E uma coisa que ele mantém é um discurso humilde. Afinal, a próxima partida do galo será no sábado, diante do Mamoré, um adversário que perdeu na estreia para a Caldense por 6 a 1 e que teve o técnico Alexandre Barroso demitido. Ainda assim, ele considera a partida dificílima.

- Não tem isso de favoritismo. O campo é pequeno, a torcida ficará em cima apoiando o time da casa. Será um dos jogos mais complicados para nós.