icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
16:25

Se Dario Franchitti não pode mais pilotar um Fórmula Indy por um acidente na temporada passada, ao menos longe do volante ele não ficará. O piloto escocês de 41 anos foi convidado pela organização da IndyCar para ser o piloto do Safety Car durante as 500 Milhas de Indianapolis, dia 25 de maio.

- Essa corrida, mais que todas, é muito próxima ao meu coração. A Indy 500 é a corrida mais especial no mundo para mim e poder pilotar o safety car é algo realmente legal - disse Franchitti.

O escocês foi campeão da Indy em quatro oportunidades e, em outras três, venceu a prova mais "nobre" da categoria. Dario foi impedido de correr desde um acidente quase fatal, sofrido em outubro do ano passado, em Houston. À época, Dario quebrou o tornozelo direito e fraturou duas vértebras, além de trincar duas costelas e sofrer uma concussão. Mas agora, Dario pilotará um carro menos potente que o Indy: um Chevrolet Camaro Z-28.

- Começar na frente será muito legal, mas a parte triste será ter de diminuir quando a luz ficar verde. Talvez eles tenham que pedir para que eu diminua o ritmo, ou eu posso tentar liderar a primeira volta - brincou Dario.

Após a aposentadoria, Franchitti segue como consultor da equipe Chip Ganassi, trabalhando no desenvolvimento dos carros de sua antiga escuderia e, coincidentemente, um amigo assumiu seu carro de número 10: Tony Kanaan. Esse ano, a IndyCar terá início em St. Petersburg, na Florida, no próximo dia 30.