icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
01/06/2014
17:07

A relação de confiança na Seleção Brasileira entre grupo e comissão técnica é mútua. A troca de elogios entre as partes é sempre nítida durante as entrevistas e novamente voltou a ser destacada neste domingo.

Agora foi a vez de Dante apontar que esse relacionamento franco pode ser um diferencial favorável ao Brasil na caminha na busca pelo título da Copa do Mundo este ano.

- A relação de confiança entre grupo e treinador é enorme. O Felipão conquistou isso pelo o que faz em campo. Vemos comando e os resultados são bons. É importante uma comissão com experiência e bagagem em Copas - destacou o zagueiro.

Ambiente favorável e sob controle que será imprescindível também para o grupo administrar o favoritismo para vencer o Mundial, especialmente a partir da atmosfera otimista criada no país desde a conquista da Copa das Confederações no ano passado.

- A pressão é normal. Depois do que a equipe fez na Copa das Confederações, gerou um otimismo. Existe uma pressão maior. Passo a passo, esperamos crescer na competição - ponderou o jogador.