icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
21:03

A natação dominou o prêmio de Melhor Atleta do Ano no Prêmio Paralímpicos 2013. Na noite desta quarta-feira, no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, o voto popular consagrou os nadadores Daniel Dias e Susana Schnarndorf como os que mais se destacaram nesta temporada. As duas estrelas das piscinas superaram em número de votos Alan Fonteles e Terezinha Guilhermina, os escolhidos pelo público em 2012. Os dois derrotados são do atletismo.

A votação foi aberta na internet de 30 de novembro a 9 de dezembro. Esta foi a segunda vitória de Daniel. Vencedor em 2011, na primeira edição do prêmio, o maior medalhista brasileiro em Jogos Paralímpicos se destacou no Mundial, em Montreal (CAN), com a conquista de seis medalhas de ouro e duas de prata. Em fevereiro, ele se tornara o primeiro atleta do país a ser agraciado duas vezes pelo Prêmio Laureus, o Oscar do esporte, pelo desempenho em Londres-2012. Na votação, superou Alan Fonteles e Odair Santos.

Para Susana, o coroamento foi novidade. A gaúcha radicada no Rio concorreu ao prêmio com duas outras campeãs mundiais em 2013: as velocistas Verônica Hipólito, atleta revelação de 2013, e Terezinha Guilhermina, que havia sido a mais votada em 2011 e 2012. O prêmio consolidou uma temporada em que a nadadora conquistou no Mundial uma medalha de ouro (100m peito SB6) e uma de bronze (400m livre S6). Ela ainda foi campeã em etapas nacionais do Circuito Caixa Loterias e bateu vários recordes brasileiros da categoria S6.

Na cerimônia, também foram premiados os destaques das 22 modalidades do programa paralímpico, os melhores técnicos de esporte individual e coletivo, e a atleta revelação. Eles foram indicados por dirigentes e treinadores das confederações a partir do desempenho nas principais competições de 2013 em suas respectivas modalidades.

O evento também marcou uma homenagem aos mil dias para os Jogos Paralímpicos Rio-2016, data a ser comemorada nesta quinta-feira. Entre os convidados estiveram presentes o presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), Sir Philip Craven, do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, atletas, dirigentes, entre outras personalidades.

- Estou muito emocionada, foi um ano muito especial na minha carreira - afirmou Susana.

- Querio agrdecer a Deus por me proporcionar esta emoção grande que estou sentindo. Quero agrdecer ao Comitê Paralímpico Brasileiro por todo o apoio dado. Agradeço em nome de todos os atletas. Agradeço aos que votaram em mim. Espero seguir represemtando tão bem esta nação - disse Daniel.


Os vencedores de cada modalidade:

Atletismo: Alan Fonteles Cardoso de Oliveira
Basquete em cadeira de rodas: Lia Maria Soares Martins
Bocha: Maciel Sousa Santos
Canoagem: Fernando Fernandes de Padua
Ciclismo: Soelito Gohr
Esgrima em cadeira de rodas: Jovane Silva Guissone
Futebol de 5: Jeferson da Conceição Gonçalves
Futebol de 7: Wanderson Silva de Oliveira
Goalball: Romário Diego Marques
Halterofilismo: Evânio Rodrigues da Silva
Hipismo: Vera Lúcia Martins Mazzilli
Judô: Lúcia da Silva Teixeira
Natação: Daniel de Faria Dias
Remo: Cláudia Cícero Santos Sabino
Rúgbi em cadeira de rodas: Alexandre Vitor Giuriato
Tênis de mesa: Bruna Costa Alexandre
Tênis em cadeira de rodas: Carlos Alberto Chaves dos Santos (Jordan)
Tiro com arco: Andrey Muniz de Castro
Tiro esportivo: Geraldo Von Rosenthal
Triatlo: Marcelo Collet e Silva Mauro
Vela: Antonio Marcos do Carmo
Vôlei sentado: Anderson Ribas da Silva


Outros prêmios:

Melhor técnico esportes individuais: Amaury Wagner Veríssimo
Melhor técnico esporte coletivo: Fernando Guimarães (vôlei sentado)
Prêmio revelação: Verônica Silva Hipólito