icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes, Maurício Oliveira e Thiago Salata
21/06/2014
13:19

Daniel Alves seguiu o discurso de outros jogadores do Brasil e evitou falar sobre um possível confronto com Holanda ou Chile nas oitavas de final da Copa do Mundo. Os dois já estão definidos como possíveis adversários da Seleção desde quarta-feira, mas a ordem no grupo é confirmar, primeiramente, a classificação para a segunda fase no jogo contra Camarões, em Brasília.

- São dois times muito equilibrados, equipes renovadas e com pressão menor do que a gente tem. Mas seria antiético falar das oitavas, sem antes garantir a classificação - disse.

Sem garantir também o primeiro lugar do grupo, o Brasil entrará em campo na segunda-feira já sabendo do resultado do jogo entre Holanda e Chile, que definirá a ordem de classificação. Caso a Seleção seja líder do Grupo A, pegará o segundo colocado do Grupo B.

O lateral do Brasil, porém, rechaça qualquer possibilidade de a equipe jogar em Brasília para escolher adversário em uma possível oitavas de final.

- Futebol, às vezes, você paga se escolhe um caminho errado. Não podemos pensar em escolher rival, pois pode ser uma escolha errada. Se nosso time seguir o caminho traçado no início, podemos chegar ao sonho. Não podemos pensar que ser segundo é melhor, queremos ser os primeiros - avisou Daniel Alves.

Focado para garantir o Brasil na segunda fase, o camisa 2 lamentou a queda prematura da Espanha, equipe na qual o jogador tem companheiros do Barcelona.

- É uma pena e sinto muito pelos companheiros que jogam lá. Mas é uma lição de que é uma competição muito difícil e, embora pareça fácil, um detalhe pode eliminar você - alertou.