icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2014
19:26

A dança das cadeiras foi intensa, nesta segunda-feira, no Fluminense. As divisões de base do clube passaram por mudanças e três profissionais assumiram uma nova função nas Laranjeiras. Marcelo Veiga, então treinador dos juniores, é o novo coordenador técnico das categorias de base. Para o antigo cargo de Veiga, Marcos Valadares, que vinha treinando o juvenil, foi o escolhido. O sub-17, então, fica agora sob as ordens de Luiz Felipe dos Santos Silva, ex-técnico do infantil do Vasco.

Para o gerente geral das divisões de base do Flu, Fernando de Simone, as alterações ocorridas fazem parte de um projeto que já vinha sendo avaliado há um certo tempo. Ele ressaltou que todos os profissionais são credenciados por vitoriosos trabalhos.

- Essa reestruturação era uma coisa que vínhamos pensando há um tempo. O Marcelo Veiga tem uma história longa aqui no Fluminense. Já provou que tem grande capacidade e é um baita profissional. Nessa nova função, vai ajudar ainda mais no desenvolvimento dos atletas. Sobre o Marquinhos (Marcos Valadares), ele chegou há pouco tempo e já conquistou vários títulos no juvenil. Esperamos que traga essa veia vitoriosa para o nosso sub-20 e que o nosso time siga conquistando os torneios no Brasil e no exterior, como tem acontecido nos últimos anos – disse Fernando de Simone ao site oficial do clube, para depois explicar a contratação de Luiz Felipe dos Santos Silva:

- Ele veio do Vasco, mas já foi nosso. O Luiz Felipe era nosso auxiliar do sub-15, aceitou o desafio de ser o treinador do time infantil do Vasco e foi extremamente bem sucedido, ganhou títulos. Por isso, sentimos que estava na hora de repatriá-lo para que ele possa seguir o trabalho no sub-17.