icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/02/2015
17:05

A sonhada superluta entre Ronda Rousey e Cris Cyborg deu mais um passo importante na imaginação dos fãs que sonham em ver o duelo acontecendo no octógono. Depois de declarar que acha difícil conseguir bater o peso da categoria da americana e ouvir uma acusação forte da campeã do UFC, a brasileira atropelou Chairmaine Tweet com um nocaute aos 46 segundos na luta principal do Invicta FC 11, nesta sexta-feira, em Los Angeles (EUA), manteve seu títulos dos penas e mandou um recado para a rival, que defende seu título no UFC 184, neste sábado.

O confronto foi rápido. Com um início eletrizante, Cris não deu espaços para a rival, a encurralou e acertou um direto que derrubou a canadense. Quando a adversária voltou de pé, Cyrborg retomou os ataques e a fez desistir. Vitória por nocaute técnico em impressionantes 46 segundos.

Cris Cyborg com o cinturão peso pena do Invicta FC (FOTO: Divulgação/Invicta FC)

- Estou muito feliz com a minha vitória. Estarei na primeira fileira para ver a luta da Ronda (Rousey) contra a Cat Zingano - declarou a brasileira, via assessoria de imprensa.

Para a superluta se tornar realidade, Cyborg tem de provar que consegue baixar da categoria dos penas (até 65,5kg) para a divisão dos galos (61kg). Fora isso, Ronda, é claro, tem de manter seu cinturão na disputa de título contra Cat Zingano, que acontece na luta principal do UFC 184, neste sábado, também em Los Angeles (EUA).