icons.title signature.placeholder Walace Borges
10/11/2014
12:03

Não é nenhuma novidade que o técnico Vanderlei Luxemburgo adora um jogador "problemático". Depois de ter trazido Anderson Pico neste ano, ele sonha com a possibilidade de contar com Luis Fabiano, hoje no São Paulo, para 2015. Mas a vontade do treinador esbarra em um simples problema: o custo-benefício do centroavante. O alto salário (que estima-se girar em torno de R$ 600 mil) não tem sido condizente com o retorno dado pelo Fabuloso.

Reserva no atual São Paulo, Luis Fabiano já demonstrou aos diretores do Flamengo a vontade de deixar o clube. No entanto, pediu para que as negociações fossem colocadas "na mesa" apenas após o fim da temporada atual. O Tricolor ainda está disputando a Copa Sul-Americana e alimenta a chance de título do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que o contrato do Fabuloso com os paulistas vai até dezembro do ano que vem, o que dificultaria a negociação.

ENQUETE: Você acha que Luxa tem razão ao dizer que o atual time do Fla não tem o perfil ideal para 2015?

É inegável que Vanderlei Luxemburgo termina 2014 com muita moral depois de tirar o Flamengo da lanterna do Campeonato Brasileiro e praticamente eliminar as chances de rebaixamento cinco jogos antes do fim da competição. No entanto, a postura "pés no chão" do presidente Eduardo Bandeira de Mello e seus aliados será um grande problema no planejamento para 2015. Isso porque Luxa deseja um time forte, que dispute títulos, enquanto a cúpula rubro-negra deseja não gastar dinheiro.

Após a venda de Hernane para o Al Nassr (SAU), o Flamengo ainda busca um nome de referência para o ataque. Elton, que veio do Corinthians, não agradou e pode até mesmo ser dispensado no fim do ano. A ideia da diretoria era, até antes do pedido de Luxa por Fabuloso, trazer um nome que rivalizasse com Alecsandro por uma vaga de titular.