icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
23/11/2014
10:09

Já será madrugada nos Emirados Árabes quando Coritiba e Palmeiras entrarem no gramado do Couto Pereira para o decisivo jogo deste sábado, às 19h30 (de Brasília), mas o zagueiro Mauricio Ramos promete estar atento. Com passagem pelos dois clubes, ele torce para que ambos se salvem da Série B.

- Estarei assistindo e vou torcer muito para que nenhum dos dois caia. O empate não é bom para ninguém, então o que eu mais espero é que no fim os dois escapem do rebaixamento - disse o defensor de 29 anos, ao LANCE!Net.

O Coritiba, clube que ele defendeu em 2008 e onde conquistou um título paranaense, é o primeiro da zona de rebaixamento. O Palmeiras, onde ficou de 2009 a 2013 e conquistou uma Copa do Brasil, está três posições acima na tabela, mas com apenas um ponto de vantagem.

Rebaixado à Segundona no Brasileirão de 2012, Mauricio foi negociado pelo Palmeiras com o Sharjah no ano passado. Seu vínculo terminaria no fim de 2014, mas já foi renovado por mais duas temporadas. Chamado pela torcida de "coração de leão", ele já ganhou até faixa personalizada e garante que não tem planos de retornar ao país, mesmo quando se aposentar.

- Meu planejamento é encerrar a carreira por aqui e ficar. Minha filha também não quer voltar. Outro dia ela me deu uma dura, disse para a gente continuar aqui, porque no Brasil tem muita violência. Aqui é mais tranquilo, em todo lugar tem câmera, e se você faz algo errado a polícia chega rapidinho. Se você for preso, os caras vão e arrancam seu braço fora. Se você esquecer sua carteira com dinheiro no shopping, por exemplo, ninguém mexe - contou.

- Quando vi a faixa que fizeram, eu agradeci muito ao torcedor. Esse mês ganhei um prêmio como melhor jogador estrangeiro do Sharjah, tenho carinho, respeito, é muito gratificante o valor que eles dão... Eles vêm, te abraçam, dão beijo no rosto, é muito gostoso esse reconheciment.

O Sharjah FC é uma equipe média e ocupa a metade da tabela. O atacante Luan e o meia Léo Lima, também ex-palmeirenses, fazem companhia a Mauricio Ramos. O atacante Vanderlei, ex-Flamengo e Cruzeiro, e os meias Rodriguinho, ex-Corinthians e Grêmio, e Fellype Gabriel, ex-Botafogo, são os outros brasileiros. O técnico é Paulo Bonamigo.