icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2013
16:17

Quem vê o atacante Elias, de 1,82m, logo pensa que ele é um daqueles centroavantes trombadores e que ficam paradões dentro da área. Grande engano. Ele se movimenta bastante dentro de campo e pode atuar caindo pelos lados do setor ofensivo do Botafogo. Por ter essas características, ele se colocou à disposição para ser um dos substitutos do apoiador Fellype Gabriel, negociado com o Sharjah FC (EAU).

- Se for para ajudar e o professor Oswaldo precisar, posso atuar na posição dele. O Fellype Gabriel vai fazer falta, mas daqui a pouco Oswaldo arruma alguém. Jogo pelos lados do campo e centralizado, mas sempre com muita força. Espero ajudar o Botafogo dessa maneira - afirmou o jogador, à Rádio Brasil.

Enquanto não faz a sua estreia oficial, Elias vem brilhando nos treinamentos. No último sábado, inclusive, salvou o Alvinegro de uma derrota para o Audax em um jogo-treino realizado em Moça Bonita. O placar terminou em 1 a 1.

- Estou me preparando fisicamente e me sentindo bem melhor. O resultado está aparecendo. Fiz o gol no jogo-treino, mas isso tudo é fruto do trabalho do grupo. Fui muito bem recebido no grupo. Tenho certeza que meu futebol só tem a crescer.

Quem vê o atacante Elias, de 1,82m, logo pensa que ele é um daqueles centroavantes trombadores e que ficam paradões dentro da área. Grande engano. Ele se movimenta bastante dentro de campo e pode atuar caindo pelos lados do setor ofensivo do Botafogo. Por ter essas características, ele se colocou à disposição para ser um dos substitutos do apoiador Fellype Gabriel, negociado com o Sharjah FC (EAU).

- Se for para ajudar e o professor Oswaldo precisar, posso atuar na posição dele. O Fellype Gabriel vai fazer falta, mas daqui a pouco Oswaldo arruma alguém. Jogo pelos lados do campo e centralizado, mas sempre com muita força. Espero ajudar o Botafogo dessa maneira - afirmou o jogador, à Rádio Brasil.

Enquanto não faz a sua estreia oficial, Elias vem brilhando nos treinamentos. No último sábado, inclusive, salvou o Alvinegro de uma derrota para o Audax em um jogo-treino realizado em Moça Bonita. O placar terminou em 1 a 1.

- Estou me preparando fisicamente e me sentindo bem melhor. O resultado está aparecendo. Fiz o gol no jogo-treino, mas isso tudo é fruto do trabalho do grupo. Fui muito bem recebido no grupo. Tenho certeza que meu futebol só tem a crescer.