icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Marcio Porto
23/06/2014
14:13

Torcedores, entre chilenos, holandeses, brasileiros e outros, que tiveram seus ingressos furtados na Arena Corinthians, nesta segunda-feira, no duelo entre Holanda e Chile, não conseguiram reembolso da Fifa. Antes da partida, a Polícia civil que trabalha no estádio foi informada pela entidade de que não haveria reeimpressão de bilhetes mesmo para quem apresentasse boletim de ocorrência.

- Eles nos comunicaram sobre isso antes do jogo. Diferentemente dos outros duelos, não haverá reeimpressão sob nenhuma hipótese - afirmou ao LANCE!Net o delegado Igor Vilhora, titular do DP montado ao lado da Arena Corinthians para cuidar das ocorrências durante a Copa.

Vilhora conta que, tanto na abertura do Mundial, entre Brasil e Croácia, e no duelo seguinte, entre Inglaterra e Uruguai, houve quem conseguisse reaver a entrada roubada mediante apresentação do BO. A Arena Corinthians ainda receberá as partidas entre Bélgica e Coreia do Sul, do Grupo H, uma das oitavas de final e uma semifinal.

A rigídez da Fifa pôde ser constatada no Centro de Ingressos da Arena, operando no mesmo prédio da delegacia improvisada. Lá, torcedores que alegaram problemas com as entradas se amontoaram em busca de solução. Mas se depararam com o obstáculo.

- Nem a impressora está funcionando - comunicou uma das voluntárias do local, para desespero dos torcedores.

A explicação da Fifa, bem como um aviso ao público, consta em material disponibilizado com os ingressos. Em um dos artigos, a entidade alerta para os casos de perdas ou furtos, porque precisa garantir que o estádio não fique superlotado. Poderia acontecer em caso de o portador do igressos conseguir reaver o seu e quem usou o bilhete furtado já tiver entrado no local. O informe também pede para que o torcedor lesado entre imediatamente em contato com os Centro de Ingressos para tentar solucionar o problema.

A reclamação da maioria dos que se disseram lesados, porém, foi de que a entrada é nominal e podiam comprová-la se a Fifa fizesse um esquema mais rígido de entrada.

- A gente vem aqui e é desrespeitado. Meu bilhete é nominal e tem alguém sentado lá agora. Porque fazem um ingresso nominal então? - afirmou Manoel de Freitas Telles, 46 anos, um dos que alegaram roubo.

Apesar de a Polícia Militar reforçar a triagem para evitar a aproximação de pessoas sem ingresso com o risco de uma nova invasão chilena, diversas ocorrências de furto ou perdas foram registradas antes da partida. O que levou mais preocupação à polícia foi os casos ocorridos justamente perto da triagem.

- Os torcedores alegam que, ao levantar os ingressos para mostrá-los e passar na triagem, eram roubados. Orientamos os policiais para tentar combater isso - afirmou o delegado Igor.

Segundo Igor, a preocupação da Fifa é também pela possibilidade de farsa em relação aos reclamantes. Muitos dizem terem sido assaltados em metrôs longe do estádio e a polícia não consegue certificar se era mesmo o portador do bilhete.

HOMEM É PRESO COM 15 INGRESSOS E FAZENDO CAMBISMO

No momento em que a reportagem do LANCE!Net acompanha a movimentação no Centro de Ingressos da Fifa, um homem foi encaminhado para o local com suspeita de cambismo. Ele portava 15 ingressos e, segundo os policiais, tentava repassar próxima à Arena Corinthians.

Homem é preso com suspeita de cambismo (Crédito: Marcio Porto)