icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2013
16:18

O Cruzeiro que se cuide, pois o Vitória aposta no seu bom momento para adiar por mais uma rodada o título da equipe mineira, a sua rival desta quarta-feira, no Barradão, em duelo da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro e que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net. No Brasileirão de 2008, o Leão, ao somar 52 pontos, obteve o melhor desempenho de um time nordestino desde que os pontos corridos passaram a vigorar, em 2003. Como já soma 51 neste ano, um novo recorde pode ser estabelecido.

O Vitória é o sexto colocado no Brasileirão. São apenas dois a menos que o Botafogo, time que fecha o G4. Com a presença de Ney Franco no comando, o Rubro-Negro baiano tem a segunda melhor campanha do segundo turno, sendo superado apenas pelo Cruzeiro. São oito vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas em 14 jogos, um rendimento que lhe garantiu 28 pontos desde a 20ª rodada da competição.

E por falar em Ney Franco, a diretoria do Vitória é só elogios para o trabalho do treinador, que teve início na 18ª rodada do Brasileirão, quando o Vitória era o 12º colocado e tinha apenas quatro pontos a mais que o São Paulo, o 17º.

– Ney Franco vem fazendo um trabalho excelente, que tem nos encantado. Ele era um sonho antigo da diretoria e estamos satisfeitos por tê-lo no comando de nossa equipe – disse Carlos Falcão, vice de futebol do Leão, ao LANCE!Net.

Ao inicIar a disputa do Brasileirão deste ano, o Vitória desbancou o Sport e passou a ser o time nordestino com mais participações no Brasileorão de pontos corridos: são cinco, contra quatro do Leão de Pernambuco e quatro do Náutico.

Entre essas cinco participações, o Vitória ficou em três oportunidades com a melhor colocação entre os times nordestinos e, em 2004, foi a única equipe da região na Série A. O Vitória também acumula o melhor saldo de gols entre os clubes do Nordeste desde que os pontos corridos foram implantados. Ao todo foram 259 gols, contra 202 do Náutico, segunda equipe que mais balançou as redes.

BATE-BOLA
Carlos Falcão
Vice-presidente de futebol do Vitória, ao LANCE!Net

1-O Vitória acredita que pode chegar à Libertadores de 2014?
O Vitória, desde o início do ano, já pensava em montar uma equipe para lutar por uma das vagas para disputar a Libertadores. Trouxemos jogadores como Escudero, Maxi Biancucchi e Cáceres para fortalecer o elenco, que já contava com jogadores formados no clube, como nosso capitão, Victor Ramos, e Marquinhos, que vem fazendo um excelente campeonato.

2-O orçamento do Vitória está longe dos grandes clubes do país. Como fazer para conseguir diminuir essa diferença e montar uma equipe competitiva?
Hoje estamos no G4 da gestão financeira entre os clubes brasileiros, à frente de muitas equipes com arrecadação maiores que a nossa. Mantemos nosso orçamento com superávit já há alguns anos e conseguimos reduzir nosso endividamento de forma considerável. Isso tudo faz com que consigamos investir para formar um elenco competitivo.

Desempenho dos clubes do Nordeste no Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos

Vitória – Cinco participações (2003,04,08,09,10), 259 gols marcados, 300 sofridos

Náutico – Quatro participações (2007,08,09,12), 202 gols marcados, 239 sofridos

Sport – Quatro participações (2007,08,09,12), 189 gols marcados, 227 sofridos

Fortaleza – Três participações (2003,05,06), 155 gols marcados, 200 sofridos

Bahia – Três participações (2003,11,12), 139 gols marcados, 182 sofridos

Ceará – Duas participações (2010,11), 82 gols marcados, 108 sofridos

Santa Cruz – Uma participação (2006), 41 gols marcados e 76 sofridos

América-RN – Uma participação (2007), 24 gols marcados e 80 sofridos