icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
01:47


Guilherme havia mostrado que estava bem. Contra o Criciúma, no domingo, ele dominou o jogo com duas assistências. Nesta quarta-feira, fez o gol que impediu a desclassificação do Alvinegro, vencendo Guzmán no final do jogo. E o herói inesperado fez Cuca lembrar das críticas que o camisa 17 recebia. Adriano Gabiru também foi lembrado.

- Mas é assim o futebol, (Guilherme) é criticado e pode entrar para a história do clube como autor de um dos gols mais importantes da história do clube, assim se faz história, foi com o Adriano Gabiru no Internacional (Mundial de 2006), que está jogando no Barreirinha nosso lá, nosso não, da nossa cidade em Curitiba - disse o treinador.

Guilherme ainda foi um dos três atleticanos a marcar o seu penal, ao lado de Ronaldinho e Alecsandro. O jogador pode ter revertido completamente sua relação com a torcida do Galo.

- Guilherme é frio, inteligente, o torcedor tem que entender que ele erra muito porque as bolas são diagonais, as bolas que ele enfiam são em direção ao gol, às vezes ele é mais cobrado, às vezes ele é mais calado, e acho que o prejuidica um pouco - completou o técnico.

Épico! Em jogo eletrizante, Atlético-MG vai à final da Liberta


Guilherme havia mostrado que estava bem. Contra o Criciúma, no domingo, ele dominou o jogo com duas assistências. Nesta quarta-feira, fez o gol que impediu a desclassificação do Alvinegro, vencendo Guzmán no final do jogo. E o herói inesperado fez Cuca lembrar das críticas que o camisa 17 recebia. Adriano Gabiru também foi lembrado.

- Mas é assim o futebol, (Guilherme) é criticado e pode entrar para a história do clube como autor de um dos gols mais importantes da história do clube, assim se faz história, foi com o Adriano Gabiru no Internacional (Mundial de 2006), que está jogando no Barreirinha nosso lá, nosso não, da nossa cidade em Curitiba - disse o treinador.

Guilherme ainda foi um dos três atleticanos a marcar o seu penal, ao lado de Ronaldinho e Alecsandro. O jogador pode ter revertido completamente sua relação com a torcida do Galo.

- Guilherme é frio, inteligente, o torcedor tem que entender que ele erra muito porque as bolas são diagonais, as bolas que ele enfiam são em direção ao gol, às vezes ele é mais cobrado, às vezes ele é mais calado, e acho que o prejuidica um pouco - completou o técnico.

Épico! Em jogo eletrizante, Atlético-MG vai à final da Liberta