icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2013
18:34

Um dos principais responsáveis pela ótima campanha do Atlético-MG até a final da Libertadores, o técnico Cuca se mostrou contagiado com a paixão do atleticano demonstrada ao longo da competição. Nos últimos dias, o treinador do Galo chegou a sugerir que o time relizasse um treino com os portões abertos do Mineirão, o que não foi possível pelo tempo necessário para realizar o processo.

Nesta manha de domingo, o treinador comandou um treino secreto no estádio, e depois da atividade concedeu uma entrevista coletiva à imprensa, onde destacou o sentimento que cerca o atleticano e até um pedido de joelhos para que o time traga o título da Libertadores.

- Um cara ajoelhou na minha frente e disse ‘Cuca a minha vida está nas tuas mãos, salve a minha vida.' E não é um que fala isso, porque esse é o título que eles querem. Imagina o que você tem de peso - comentou o treinador.

MAIS:
> Cuca comanda treino fechado no Mineirão
> Michel revela ansiedade para jogar a final

Para ter a certeza de que essa paixão está sendo transmitida para os jogadores, o comandante do Galo disse ser favorável a disponibilizar vídeos de apoio e mensagens dos atleticanos aos atletas do elenco.

- Eu pus as imagens da fila, na preleção lá no Paraguai, pra você ter ideia se eles (jogadores) sabem disso ou não. Sabem tanto como nós todos aqui, se envolvem tanto como nós todos aqui, e perdemos o jogo. Mas não foi porque a gente não tentou, porque não se doaram em campo - completou o treinador.

Embalados pela Massa, o Galo vai com tudo para tentar reverter o placar e sagrar-se campeão da Libertadores pela primeira vez. A partida de quarta-feira é encarada como a mais importante em todos os 105 anos do Clube Atlético Mineiro.

Um dos principais responsáveis pela ótima campanha do Atlético-MG até a final da Libertadores, o técnico Cuca se mostrou contagiado com a paixão do atleticano demonstrada ao longo da competição. Nos últimos dias, o treinador do Galo chegou a sugerir que o time relizasse um treino com os portões abertos do Mineirão, o que não foi possível pelo tempo necessário para realizar o processo.

Nesta manha de domingo, o treinador comandou um treino secreto no estádio, e depois da atividade concedeu uma entrevista coletiva à imprensa, onde destacou o sentimento que cerca o atleticano e até um pedido de joelhos para que o time traga o título da Libertadores.

- Um cara ajoelhou na minha frente e disse ‘Cuca a minha vida está nas tuas mãos, salve a minha vida.' E não é um que fala isso, porque esse é o título que eles querem. Imagina o que você tem de peso - comentou o treinador.

MAIS:
> Cuca comanda treino fechado no Mineirão
> Michel revela ansiedade para jogar a final

Para ter a certeza de que essa paixão está sendo transmitida para os jogadores, o comandante do Galo disse ser favorável a disponibilizar vídeos de apoio e mensagens dos atleticanos aos atletas do elenco.

- Eu pus as imagens da fila, na preleção lá no Paraguai, pra você ter ideia se eles (jogadores) sabem disso ou não. Sabem tanto como nós todos aqui, se envolvem tanto como nós todos aqui, e perdemos o jogo. Mas não foi porque a gente não tentou, porque não se doaram em campo - completou o treinador.

Embalados pela Massa, o Galo vai com tudo para tentar reverter o placar e sagrar-se campeão da Libertadores pela primeira vez. A partida de quarta-feira é encarada como a mais importante em todos os 105 anos do Clube Atlético Mineiro.