icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/12/2013
18:21

Na próxima segunda-feira, o Cruzeiro será novamente julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva por conta de incidentes entre seus torcedores. Desta vez, o clube foi denunciado devido aos ocorridos na partida de despedida do Mineirão em 2013, contra o Bahia. Na ocasião, duas de suas torcidas organizadas (Máfia Azul e Pavilhão Independente), protagonizaram brigas dentro e fora do Mineirão.

O campeão brasileiro foi denunciado com base no primeiro parágrafo do artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto". Como o Cruzeiro é reincidente no caso (já havia sido punido pelas mesmas razões no clássico contra o Atlético-MG, no Independência), o time mineiro, se condenado, poderá pegar uma pena de até dez mandos de campo e uma multa de até R$100 mil.

MAIS:
> Atacante Rafael Marques pode estar na pauta do Cruzeiro para 2014
> Lateral Samudio revela desejo de defender o campeão brasileiro

Devido as brigas entre seus torcedores no clássico no Indenpendência, contra o Atlético-MG, o Cruzeiro foi punido com a perda de dois mandos de campo. Um deles já foi pago, já que a equipe atuou contra a Ponte Preta no Parque do Sabiá, em Uberlândia. Desta forma, o clube já irá começar o Brasileirão de 2014 precisando ainda jogar fora de BH em seu primeiro jogo como mandante.