icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
25/02/2015
23:56

O Cruzeiro não sentiu os efeitos da altitude de 2.800 metros de Sucre (BOL). Isso, porém, não foi o suficiente para a equipe estrear com vitória na Copa Libertadores de 2015. A Raposa ficou no empate sem gols com o Universitario na noite desta quarta-feira, em duelo válido pelo Grupo C da competição continental. 

Com uma proposta nítida de contra-ataque, a Raposa esperou os bolivianos no campo de defesa. Com Marquinhos e Willian abertos, o time de Marcelo Oliveira abusou dos passes longos e desperdiçou algumas oportunidades que teve. A melhor no primeiro tempo foi jogada fora depois que Willian cruzou e Damião não conseguiu concluir a gol.

Tecnicamente inferior ao Cruzeiro, o Universitario povoou o meio com cinco jogadores que buscavam, sempre, Martín Palavicini à frente. Apesar de não conseguir tramar lances com a bola no chão, a equipe ameaçou os brasileiros com um chute na trave e uma cabeçada do centroavante do Sucre para fora no último lance da primeira etapa.


Mais objetivo, o Cruzeiro aprimorou o contra-golpe na volta do intervalo e teve três boas oportunidades, uma delas com De Arrascaeta, discreto nos primeiros 45 minutos.

A Raposa teve mais posse de bola, não demonstrou desgaste por causa da altitude, mas pecava na conclusão das jogadas no ataque. Com quatro atacantes à frente – Judivan já estava em campo no lugar de De Arrascaeta – a Raposa ganhou mais volume à frente, porém perdeu em criação. O uruguaio era o único meia do time até ser substituído.

A expulsão de Joel, aos 38 minutos, fez o Cruzeiro arrefecer o ritmo e assegurar, ao menos o empate, apesar de ter sido superior.

UNIVERSITARIO SUCRE 0X0 CRUZEIRO

Data/hora: 25/2/2014, às 22h
Local: Estádio Pátria, em Sucre (BOL)
Árbitro: Omar Ponce (EQU)
Auxiliares: Carlos Herrera e Luís Vera
Cartões amarelos:  González (SUC) e Willian Farias (CRU) 
Cartão vermelho: Joel (37'/2ºT)
Renda/Público:  Não disponíveis

UNIVERSITARIO SUCRE: Robles; Camacho, González, Filipetto e Ballívan; Ribera (Mercado, 17'/2ºT), Silvestre (Urdininea, 34'/2ºT), De La Cuesta e Bejarano; Castro e Palavicini. Técnico: Baldivieso

CRUZEIRO: Fábio. Fabiano, Léo, Paulo André e Mena; Willian Farias (Willians, Intervalo),  Henrique, Arrascaeta (Judivan, 15'/2ºT) e Marquinhos; Willian (Joel, 33'/2ºT) e Leandro Damião. Técnico: Marcelo Oliveira