icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
21/03/2014
00:07

O Cruzeiro apenas empatou com o Defensor Sporting (URU) por 2 a 2, no Mineirão, pela quarta rodada do grupo 5 da Copa Libertadores. O time mineiro levou o gol de empate no último minuto de jogo. Com apenas quatro pontos, o atual campeão brasileiro, vaiado pelos torcedores que foram ao Gigante da Pampulha, fica mais distante da classificação para as oitavas de final.

O próximo adversário do Cruzeiro na Libertadores é o Universidad de Chile, líder do grupo, fora de casa, no dia 3 de abril. Já o Defensor encara o Real Garcilaso no dia 1 de abril.

A ansiedade e a tensão tomaram conta do primeiro tempo. Os sentimentos foram aparentes sobretudo nas arquibancadas do estádio. A pressa dos jogadores da Raposa para resolver o jogo acabou atrapalhando e a etapa inicial foi marcada por muito equilíbrio. Fábio e Campaña se destacaram ao fazerem ótimas defesas.

O nervosismo foi tão grande que, apenas em 45 minutos, o árbitro argentino Mauro Vigliano aplicou quatro cartões amarelos e, após confusão entre as duas equipes, expulsou o volante Nilton, do Cruzeiro, e o zagueiro Matías Malvino, do Defensor.

O clima ficou mais ameno somente nos momentos finais do primeiro tempo. Éverton Ribeiro cobrou falta magistral e acertou o ângulo direito do goleiro Martín Campaña. O golaço do craque acendeu a torcida e deu mais tranquilidade ao time em campo.

Na volta do intervalo, ambos os times foram modificados e reforçaram a marcação. O gol nos segundos finais da etapa anterior tranquilizou a equipe comandada por Marcelo Oliveira. Dominando a partida, a Raposa precisou de apenas 17 minutos para ampliar o placar. Júlio Baptista foi o responsável por fazer uma pintura, cortando o zagueiro e dando um belo toque no canto do goleiro para marcar.

Com boa vantagem no marcador, o Cruzeiro parecia muito próximo da vitória. Entretanto, pouco tempo depois do gol anotado pelo camisa 10 celeste, o brasileiro Felipe Gedoz invadiu a área adversária e balançou a rede defendida por Fábio.

Apesar do gol uruguaio, o Cruzeiro seguiu em superioridade no compromisso. Júlio Baptista e Willian, substituto de Éverton Ribeiro, incomodaram bastante Martín Campaña. O goleiro do time uruguaio tornou-se um dos principais nomes do embate.

Quando tudo parecia decidido, aos 48 minutos da etapa complementar veio um banho de água fria para os cruzeirenses. O zagueiro Zeballlos colocou tudo em igualdade aproveitando rebote do goleiro Fábio, e deixou o Cruzeiro com dificuldades para se classificar.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 2 X 2 DEFENSOR SPORTING (URU)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 20/3/2014 – às 22h
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Javier Uziga (ARG)
Público: 39.883 presentes

Cartões amarelos: Dagoberto, Bruno Rodrigo (CRU); Emilio Zeballos, Nicolás Correa (DEF)
Cartões vermelhos: Nilton (CRU) e Matías Malvino (DEF)

Gol: Éverton Ribeiro – 49’/1ºT (1-0); Júlio Baptista – 17’/2ºT (2-0); Felipe Gedoz – 20’/2ºT (2-1); Emilio Zeballos – 48’/2ºT (2-2)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Éverton Ribeiro (Willian – 23’/2ºT) e Ricardo Goulart (Elber – 45’/2ºT); Dagoberto (Rodrigo Souza – Intervalo) e Júlio Baptista. Técnico: Marcelo Oliveira.

DEFENSOR SPORTING (URU): Martín Campaña; Emilio Zeballos, Nicolás Correa, Matías Malvino e Robert Herrera; Federico Gino, Andrés Fleurquin (Juan Carlos Amado – 37’/2ºT), Mathías Cardaccio e Giorgian De Arrascaeta; Felipe Gedoz (Gastón Silva – 30’/2ºT) e Matías Alonso (Adrián Luna – Intervalo). Técnico: Fernando Curuchet.