icons.title signature.placeholder RADIO/LANCEPRESS!
06/11/2014
01:39

Os jogadores do Cruzeiro festejaram demais a classificação para a final da Copa do Brasil. Mas eles não pouparam críticas à arbitragem. E reclamaram demais do pênalti que o árbito Dewson Fernando da Silva marcou no fim do primeiro tempo, quando Léo, na tentativa de proteger a má saída de Fábio, se enrolou com o santista Rildo. Para os jogadores do time mineiro, o lance fechou a péssima atuação de toda a arbitragem na primeira etapa.

- Eles estavam invertendo tudo. Num lance, o Rildo chutou para fora e deram escanteio, Auxiliar de arbitragem existe para ver as coisas. E o pênalti? - esbravejou o goleiro Fábio.



O zagueiro Léo estava revoltado com o  pênalti que resultou no segundo gol:

- Revejam o lance. Como eu faria um pênalti? Estava protegendo a bola, ele veio nas minhas costas. Não foi nada.

- O que posso dizer é que no primeiro tempo a arbitragem foi ridícula. Não sei, os caras estavam perdidos no jogo, marcando erradamente - reclamava o lateral Egídio, dando mostras de como estava o clima entre os cruzeirenses em relação os axiliares e ao árbitro estava muito tensso quando os jogadores desceram para o intervalo.