icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/04/2014
23:43

A insatisfação por não ter sido utilizado manifestada pelo atacante Walter após a vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Palmeiras ficará em segundo plano no Tricolor. É o que garante o técnico Cristovão Borges, que minimizou a declaração do camisa 18 e afirmou nem sequer ter ouvido o desabafo do comandado. Para o treinador a vitória do Flu fora de casa tem que ser valorizada por todos.

- Não ouvi isso (reclamação do Walter). Não posso falar porque não ouvi. Neste momento, em que fizemos uma partida como essa e vencemos o Palmeiras, isso é tem que ser o mais importante. E se tiver algum problema, vamos resolver entre nós. Em relação a essa coisa de jogar, todos sabem a forma como trabalho. Quando tiverem a oportunidade é procurar mostrar dentro de campo que merecem jogar - afirmou o treinador.

O treinador aproveitou para explicar o fato de ter utilizado o esquema com três volantes em boa parte do segundo tempo. Já com a vantagem no placar, Cristovão abriu mão de Sobis para por o volante Valencia em campo. Após a partida, o técnico explicou a opção pelo colombiano àquela altura do jogo.

- Eles estavam perdendo e começaram a colocar jogadores para avançar e tiraram a nossa sobra. Se ficássemos jogando daquela forma, ficaríamos sem sobra e sempre no mano a mano entre defesa e ataque. Tirei o Sobis e coloquei o Valencia para equilibrar na defesa e time se saiu muito bem - explicou o treinador.

Com quatro vitórias em quatro jogos, o Fluminense de Cristovão volta a campo no próximo sábado, às 21h, para enfrentar o Vitória no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Flu surpreende, vence Palmeiras fora de casa e continua invicto