icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2014
16:47

A Copa do Mundo paralisou o Campeonato Brasileiro, que está próximo de recomeçar. Durante o intervalo, os clubes tiveram tempo para se reestruturar e acertar detalhes para a sequência da competição. Cristovão Borges, técnico do Fluminense, comemorou a pausa e fez uma avaliação desse período.

- Foi muito bom. Procuramos aproveitar bem esse tempo para que a equipe retomasse um ritmo satisfatório. Qualquer tempo que temos para trabalhar é bom e, como sabemos que a maioria das equipes se reformularam, hoje podemos aumentar o número de postulantes ao título. Todos tiveram tempo para se preparar e o campeonato vai ser ainda mais difícil - afirmou o treinador.

Para Cristovão, o tempo sem atuar, apesar de servir para treinar a equipe, faz o time perder ritmo de jogo. Para recuperar a pegada, é preciso voltar a jogar.

- Depois da parada, é claro que vamos ter que jogar para retomar (o antigo ritmo). Definimos uma maneira de jogar que os jogadores já conhecem, mas claro que perdemos um pouco de ritmo e isso só readquire jogando. Acreditamos que a equipe está pronta para fazer um grande jogo (contra o Criciúma, na volta do Brasileirão) - disse ele.

O comandante tricolor também comentou sobre os jogos-treinos que a equipe participou neste período. Ele disse que houve a possibilidade de realizar mais amistosos, mas explicou a preferência pelos treinamentos:

- Tivemos a opção de jogar mais partidas amistosas, mas preferimos trabalhar para a equipe tivesse um lastro maior no campeonato. Ainda ficamos mais uma semana, porque tivemos o jogo contra a Itália. Trabalhamos mais e diminuímos o número de jogos amistosos. Soubemos aproveitar bem esse tempo que tivemos.

O Fluminense tem mais um amistoso na manhã deste sábado, às 9h, nas Laranjeiras, contra o Madureira. É o último teste antes de voltar ao Campeonato Brasileiro. Por esta competição, o Tricolor encara, quarta-feira, no Heriberto Hülse, o Criciúma. O jogo acontece às 22h.