icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/11/2014
12:36

No intervalo da partida contra o Sport, perdendo de 2 a 1 para o adversário, o técnico Cristovão Borges fez uma opção de alteração. Sacou Fabrício, zagueiro, e lançou Kenedy, atacante. Após o confronto, ele explicou o que pretendia com a modificação.

- Fabrício tinha levado cartão amarelo. O Sport joga esperando e com transição rápida. Não quis correr o risco de, em um jogo como esses, perder um jogador expulso. Valencia foi zagueiro diversas vezes. Foi para dar mais poder ofensivo. Algo que a gente precisava - comentou.

Sem Elivélton, Gum, Henrique e Guilherme Mattis disponíveis para o confronto deste domingo na Arena Pernambuco, Cristovão Borges optou por Fabrício. Na próxima partida, contra o Corinthians, o treinador já terá Guilherme Mattis de volta. Este cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo.