icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
07:14

O Fluminense teve neste domingo, contra o Atlético Paranaense, uma das melhores atuações na temporada. Com Valencia no lugar de Walter, Cristovão Borges escalou o Tricolor no 4-3-2-1 (derivação do 4-5-1) e deu mais liberdade para Jean e Cícero. Além disso, Conca foi mais atuante do que nos últimos jogos e o time conseguiu ser bastante superior no confronto. A forma consistente com que chegou ao resultado de 3 a 0 leva à pergunta: Cristovão achou a formação ideal para o Flu?

– De fato, o Fluminense fez uma boa partida. Mas particularmente não costumo me deixar levar muito por essa questão do time ideal. Penso mais jogo a jogo. Contra o Atlético, esta forma de jogar funcionou, até porque o time paranaense precisava sair em busca do resultado. Será que no próximo domingo, contra o Goiás, esta será a formação ideal? Não sei. Penso que Cristovão pode até começar com o mesmo time nos 30 minutos iniciais. Se perceber que está faltando espaço, pode mudar – opinou o colunista do LANCE! Roberto Assaf.


Já Alvaro Oliveira Filho, também colunista do LANCE!, tem opinião parecida com a de Assaf. Ele ainda lembrou que o provável retorno de Fred no domingo pode gerar dúvidas para Cristovão.


Fluminense fez excelente jogo contra o Furacão (Foto: Felipe Gabriel/LANCE!Press)

– O sistema que funcionou contra o Atlético necessita de um centroavante de mais movimentação, como é o caso do Sobis. Fred é mais fixo na área.

Satisfeito com o desempenho da equipe, Cristovão comemora as alternativas que tem para os jogos.

– Procuro trabalhar o que a equipe tem de melhor. O nível técnico é muito alto. Então, tem estas características como força, posse de bola, troca de passes e velocidade. Falta muita coisa ainda. Temos de ter alternativas de jogo. Por isso, hoje (domingo), a formação foi diferente. Temos de manter a regularidade.