icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2013
20:27

O atacante Cristiano Ronaldo não quis colocar os três gols na vitória por 3 a 2 de Portugal sobre a Suécia, que garantiu os lusos na Copa do Mundo, como uma resposta às brincadeiras feitas pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, ao compará-lo com Messi.

- Não tenho de demonstrar nada a ninguém. Acho que tenho demonstrado aquilo que sou nos últimos anos. Marco 40, 50 gols todas as temporadas. Isso não está ao alcance de qualquer um e reflete o jogador que sou - disse Cristiano Ronaldo à emissora portuguesa RTP.

O craque do Real Madrid afirmou também que não está obcecado pelo prêmio de melhor jogador do mundo.

- Melhor do mundo? Não vivo obcecado por isso. Tento fazer o meu trabalho, tanto na seleção quanto no clube. Dou respostas dentro de campo - completou.