icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2014
11:33

Em meio aos reforços que chegaram às Laranjeiras para a sequência do Campeonato Brasileiro - Cícero o principal deles -, um jovem, mas já velho conhecido dos tricolores, busca seu espaço no time. Biro Biro, de 19 anos, sabe que a tarefa é difícil, mas deixou claro que não se abaterá pela forte concorrência por uma posição no ataque do time de Cristóvão Borges.

- Temos um grupo muito qualificado e quem ganha com isso é o Fluminense. Temos de estar preparados para, quando a oportunidade chegar, corresponder da melhor maneira. Vou fazer a minha parte e continuar trabalhando forte.

Oriundo das categorias de base do Fluminense, em Xerém, o atacante já tem motivos para comemorar simplesmente por ter se mantido no plantel tricolor. O Flu tem adotado a política de emprestar jovens jogadores a outras equipes para que ganhem experiência. O exemplo de maior sucesso recente nesse sentido foi Wellington Nem, que após se destacar no Brasileirão de 2011 pelo Figueirense, voltou ao Fluminense no ano seguinte para ser campeão brasileiro como titular da equipe.

Biro Biro, que também está de olho em uma das vagas nas Olimpíadas do Rio em 2016 - ele foi convocado pela primeira vez para a Seleção sub-21 em janeiro deste ano -,  não deixa de lado as ambições no clube e avalia a parada para a Copa, que ocorreu quando o Tricolor vivia um bom momento, ocupando a vice-liderança.

- Tem lado bom e lado ruim. Estávamos bem, com vitorias, mas a parada foi boa para nos prepararmos fisicamente e evitarmos lesões, porque o campeonato é longo. Se Deus quiser, vai dar tudo certo no final. Sabemos que temos de disputar o título, estamos nos preparando para enfrentar grandes equipes e nos sentimos prontos para brigar por essa conquista - disse.

O Fluminense volta a campo pelo Brasileiro no dia 16, contra o Criciúma, fora de casa, pela décima rodada da competição.