icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
03/04/2014
09:17

Éverton Ribeiro entra em campo diante da Universidad de Chile, nesta quinta-feira, às 20h45, pela Copa Libertadores, com o intuito de manter a boa fase e ajudar o Cruzeiro a seguir vivo na briga por uma vaga nas oitavas de final. Poupado da partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, contra o Boa Esporte, o craque coleciona participações em gols nas últimas cinco vezes que entrou em campo.

Ele estufou as redes adversárias quando enfrentou Minas Boca e Defensor Sporting (URU) e deu assistências nos jogos frente ao Tupi e ao Boa, último adversário do Estadual. Apesar do bom desempenho, ele garante que pode evoluir.

– A gente vem treinando para atingir a melhor forma possível. Vou buscar uma evolução ainda maior nos próximos jogos e na sequência do Cruzeiro – disse.

A fase atravessada pelo meia-atacante remete àquela que culminou na eleição de melhor jogador do Campeonato Brasileiro 2013. Éverton Ribeiro terminou o torneio com o maior número de passes para gol – 11 ao todo. Ele ainda marcou outros sete. O reconhecimento acarreta na marcação mais forte dos adversários, mas ele não vê isso como um problema.

– Sofro um pouco mais de marcação, mas acho que isso não influencia muito. No início do ano, tive algumas dores no pé, o que atrapalhou um pouco, mas agora estou 100% e vou procurar melhorar ainda mais – afirmou.

A Raposa precisa que os números do jogador continuem refletidos em campo. Com apenas quatro pontos em 12 disputados no grupo 5 da Libertadores, o time necessita vencer os jogos restantes e torcer por algumas combinações. O craque da equipe demonstra confiança para superar a adversidade.

– A confiança continua alta, a gente sabe que tem futebol para inverter esta situação. Temos que colocar em prática, dentro de campo – declarou Éverton.

O camisa 17 não é a única esperança do Cruzeiro para o jogo desta quinta, mas é a principal delas. A torcida agradecerá se o seu xodó mantiver o futebol que encantou o Brasil.

Fase recente de Éverton Ribeiro:
23/3 – Boa Esporte 0 x 1 Cruzeiro – Assistência
20/3 – Cruzeiro 2 x 2 Defensor Sporting (URU) – Gol
11/3 – Defensor Sporting (URU) 2 x 0 Cruzeiro
8/3 – Cruzeiro 2 x 1 Tupi – Assistência
1/3 – Cruzeiro 4 x 0 Minas Boca – Gol