icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/11/2014
12:52

Cristiano Ronaldo recebeu a Chuteira de Ouro nesta quarta-feira, e em seu discurso, já falou sobre a premiação e a vontade de ficar mais tempo no Real Madrid. Na entrevista coletiva logo após receber o troféu, não fugiu das perguntas e revelou até onde pretende chegar na carreira. O craque não esconde que quer superar todos os outros jogadores da história.

- Não quero pensar muito nisso. Mas obviamente cada um tem sua opinião, mas por mim, quero ser o melhor jogador de todos os tempos, e vou buscar isso. Na minha cabeça, quero ser e vou chegar. Estou fazendo a minha história passo a passo. Quando terminar a carreira, quero ver se estou entre os melhores da história e certamente estarei - disse Ronaldo, para depois falar sobre a condição de herdeiro de Di Stéfano, dada pelo presidente Florentino Pérez:

- Que seja visto em mim o que se vê em Di Stéfano é uma honra para mim, pois Alfredo é um dos maiores da história do futebol, e estar conectado a ele é um privilégio.

Favorito para vencer a Bola de Ouro pelo segundo ano seguido, que seria o terceiro no total, Cristiano Ronaldo garante que não se surpreenderia se não for o vencedor.

- Nos últimos seis, sete ou oito anos não me surpreendi com nada. Há que se estar preparado para qualquer cenário. Estou feliz demais e não vou ser hipócrita. Gostaria de ganhar a terceira Bola de Ouro, mas não vivo com obsessão disso. Falta tempo e estou fazendo os meus golzinhos - avaliou.

Por fim, a sua continuidade no Real Madrid voltou a ser colocada em pauta. E assim como falou em seu discurso, Cristiano Ronaldo falou que pretende permanecer.

- Estou muito contente, em um momento de forma genial, e também no plano pessoal Por isso tento dar o melhor dentro de campo e ganhar. Espero terminar o meu contrato com o Real Madrid com 33 anos e depois veremos se o presidente me quer por uns aninhos a mais - concluiu CR7.