icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
14:00

Ninguém dava um tostão furado por eles. Na casa de apostas, quem poderia imaginar que essas seleções fariiam tanto na Copa do Mundo? Como acontece em praticamente todos os Mundiais, a edição de 2014 no Brasil deixou muita gente de boca aberta com as surpresas dentro de campo. Equipes que derrubaram favoritos, fizeram bonito na competição e merecem o destaque.


1- COSTA RICA

 
Bryan Ruiz marcou o gol da vitória da Costa Rica sobre a Itália (Foto: Javier Soriano/AFP)
Depois do sorteio dos grupos da Copa, os costa-riquenhos não ficaram muito animados. Afinal, eles teriam pela frente uma chave com nada menos que três campeões mundiais - Itália, Uruguai e Inglaterra - o que foi um recorde da história das Copas. A seleção da Concacaf era tida como um possível saco de pancadas de todas as outras três badaladas equipes. Mas o que aconteceu foi o contrário. Sacode no Uruguai e na Itália. Já classificada, um empate com a Inglaterra. Classificação em primeiro do Grupo D. Mas o time do técnico Jorge Luiz Pinto não parou por aí. Avançou nas oitavas ao bater a Grécia nos pênaltis e caiu em pé nas quartas de final contra a Holanda, vendendo caro a classificação (derrota nos pênaltis). A Costa Rica deixou a Copa de forma invicta e com uma das melhores defesas. Lá trás, destaque para o goleiro Keylor Navas.


2 - ARGÉLIA

 
Slimani foi um dos herois argelinos, marcando no fim do jogo o gol que garantiu lugar nas oitavas (Foto: Pedro Ugarte/AFP)
Os argelinos formaram uma das seleções que encantaram na primeira fase. Disputando a segunda Copa seguida, eles conseguiram a inédita classificação para as oitavas de final do Mundial. No mata-mata, deram um calor e tanto na poderosa Alemanha! O jogo foi resolvido na prorrogação. Uma lição gigante para a Seleção Brasileira em uma das partidas mais emocionantes do Mundial. O goleiro da Argélia, Raïs M'Bolhi, também foi uma grata surpresa. A equipe do técnico Vahid Halilhodzic mostrou ser muito bem treinada e, surpreendentemente, acabou sendo uma boa opção de entretenimento nessa Copa.


3 - CHILE

 
Aránguiz jogou muito na Copa-2014 (Foto: Cleber Mendes)
O bom futebol do Chile não foi uma surpresa, até pelo que a seleção de Jorge Sampaoli fez nas Eliminatórias e amistosos. Mas pelo fato de ter mandado para casa a Espanha e quase ter tirado o Brasil da Copa nas oitavas de final (se não fosse a trave no chute de Pinilla...), La Roja tem credenciais para entrar no rol das surpresas positivas do Mundial. 


4 - COLÔMBIA

 
James fez um golaço contra o Uruguai de Muslera (Foto/ Cleber Mendes)
 A Colômbia começou a surpreender quando ficou entre os primeiros do ranking da Fifa e virou cabeça de chave do Mundial. Mas, sem Falcao García, o time de José Pékerman não deixou a moral cair, se superou e, comandado pela joia James Rodríguez, chegou às quartas de final da Copa. Foi o melhor desempenho colombiano na história dos Mundiais. A Colômbia não só chegou longe, mas também jogou bonito. 


5 - GRÉCIA

 
Karagounis, de 37 anos, é o camisa 10 grego, e jogou sua última Copa. Ou não (Foto: Aris Messinis/AFP)
A Grécia é mais famosa pelos filósofos do que pelo futebol. Mas o time, mesmo sem jogar bem, conseguiu chegar pela primeira vez às oitavas de final, caindo só nos pênaltis para a Costa Rica (líder do ranking de surpresas). Os gregos fizeram um dos jogos mais emocionantes da Copa, ao vencerem a Costa do Marfim no último minuto, com um gol de pênalti. A Grécia, comandada pelo português Fernando Santos, deixou impressão melhor que nos dois mundiais anteriores em que esteve na competição (1994 e 2010).