icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
24/11/2014
15:36

Depois de uma longa espera de mais de cinco horas, o elenco do Botafogo finalmente desembarcou no Rio, no Aeroporto Santos Dumont (RJ), na tarde desta segunda-feira, após a derrota para a Chapecoense (SC), no domingo, por 2 a 0. O atraso foi devido ao mau tempo, que impediu pousos e decolagens no aeroporto por quase toda a manhã. O que chamou atenção foi que os jogadores deixaram o local de ônibus, após desembarcarem do avião, para evitar o saguão. O objetivo era preservar a segurança dos atletas de eventuais protestos. No entanto, não havia torcedores à espera do grupo. 

Vários seguranças estiveram presentes no Santos Dumont para proteger os jogadores. A Polícia Militar também foi chamada. O ônibus do Botafogo deixou o aeroporto acompanhado de três viaturas da Polícia Militar num esquema de proteção digno de chefes de estado.

Outro fato curioso é que a maioria das cortinas do ônibus do Glorioso estavam fechadas. Como saíram direto da pista para o ônibus, os jogadores não falaram com a imprensa. 

Antes de voltar ao Rio, o elenco alvinegro ficou em São Paulo, à espera da liberação para embarcar de volta à Cidade Maravilhosa. A demora foi tão longa que os jogadores chegaram a sair do avião depois de muito aguardarem pela decolagem. Após cerca de uma hora, enfim, o elenco voou de volta ao Rio.

O Alvinegro está à beira do rebaixamento neste Campeonato Brasileiro. Após a derrota para a Chapecoense, o Botafogo diminuiu muito as chances de permanecer na Primeira Divisão.