icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
29/11/2014
07:05

Olá, leitores do LANCE!Net. Meu nome é Francisco Vignale e sou companheiro do brasileiro André 'Bochecha' Fonseca a bordo do MAPFRE, barco espanhol que disputa a Volvo Ocean Race 2014-15. Faço a função de repórter de mídia, contando tudo que se passa na aventura. E, quando brasileiros e argentinos estão reunidos, o assunto futebol, é claro, vem à tona. Afinal de contas, são vários títulos mundiais, Libertadores, jogos históricos e muita emoção. Adoro torcer, e o país de vocês, assim como o nosso, é referência na modalidade e tem muitos aficionados. Mas, durante a corrida de vela oceânica pelos mares do mundo, a gente até esquece dessa rivalidade e só pensa no bem da equipe espanhola. A Volvo Ocean Race está emocionante!

Somos latino-americanos e temos muitas coisas em comum. Aqui no barco MAPFRE somos um time só e vamos trabalhar para sermos campeões juntos. Recentemente, no amistoso entre Brasil e Argentina, realizado na China, nós fizemos uma aposta de um chocolate, quando ainda começávamos a navegar na etapa da Espanha até a África do Sul. A minha Argentina perdeu de 2 a 0 e fiz questão de pagar. Faz parte da brincadeira! Confesso que foi duro ficar sem aquele doce, fez falta. No futebol é assim: um dia a gente perde e no outro a gente ganha. O André 'Bochecha' Fonseca merece todos os elogios. Ele é um grande velejador e dá muita tranquilidade e experiência ao nosso grupo nas regatas.

Já estive no Brasil algumas vezes e vou voltar em abril com a regata na parada de Itajaí (SC), que promete ser incrível, com muita gente torcendo para nosso time. Em 2012 eu vi a festa que a Volvo Ocean Race fez na cidade e ficou marcado na minha memória. Já pararam para pensar que vocês vão torcer por um argentino por causa do Bochecha? Viva!

Nós do MAPFRE estamos disputando com força a primeira posição da segunda perna, entre a África do Sul e os Emirados Árabes Unidos. A batalha no Oceano Índico está intensa. A chegada em Abu Dhabi está longe, nos restam mais semanas até descansar, mas confesso que o clima a bordo é de muita alegria.