icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2014
13:38

 *Coluna escrita por Ian Walker, comandante do Abu Dhabi e duas vezes medalhista olímpico

Olá, leitores do LANCE!Net. Nosso barco Abu Dhabi Ocean Racing conseguiu a vitória da primeira etapa da Volvo Ocean Race, entre a Espanha e a África do Sul, depois de 25 dias de navegação. Foi um percurso longo, com quase 12 mil quilômetros, e desgastante, com variação de vento e muito equilíbrio do começo ao fim.

Na semana passada, quando ainda era impossível prever o vencedor, eu comparei essa perna da regata de Volta ao Mundo a um jogo de basquete. Os 38 minutos de partida sempre são bem parelhos com alternância de placares, mas os 2 minutos do quarto final sempre se tornam intensos e emocionantes. E foi justamente isso que ocorreu, com o Dongfeng Race Team nos pressionando nos quilômetros finais.

Vencemos por diferença quase mínima para uma distância dessas. Tivemos apenas 12 minutos de vantagem para o barco chinês. Eles estavam no nosso calcanhar faz tempo, durante os últimos 10 dias, e não tiramos o olho do retrovisor. Quando estava chegando na Cidade do Cabo a diferença caiu e foi assim até o fim.
 
O desempenho do Dongfeng Race Team foi absolutamente fantástico. Antes do início da Volvo Ocean Race, eu falei que ninguém deveria subestimar o barco com chineses a bordo. A tripulação deve melhorar ainda mais nas próximas regatas sob o comando do francês Charles Caudrelier.
 
Sim, tudo isso foi muito desgastante e a gente não esperava esse equilíbrio. Dormimos poucos na aproximação a Cidade do Cabo e adotamos uma estratégia de velejar mais milhas para pegar as melhores rajadas. Mas, digo que esses fatores valorizam a nossa conquista e me deixam bastante confiante. A nossa tripulação teve um desempenho muito sólido, dedicada 24 horas por dia, 7 dias por semana. Por sorte, não tivemos nenhuma quebra.
 
A próxima etapa será entre a Cidade do Cabo, na África do Sul, até a nossa casa, em Abu Dhabi, no Emirados Árabes Unidos. Até a próxima!