icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
07:41

Olá, amigos do LANCE!Net. Infelizmente não conseguimos ir bem na primeira etapa da Volvo Ocean Race entre a Espanha e a África do Sul. Por isso, a prioridade do MAPFRE é fazer o melhor resultado na segunda perna, que começa nesta quarta-feira (19).

A tripulação precisa aprender com as lições e buscar se superar. A prioridade agora é subir degrau por degrau na classificação, pois não se recupera uma posição ruim de um dia para noite. As outras equipes, sim, estão mais entrosadas e tiveram mais tempo para trabalhar. Nesse período entre as etapas, nós fizemos todos os tipos de análises e revisamos o que fizemos de certo e errado. Foram muitas reuniões e mudanças.

A experiência é fundamental nesse tipo de regata de Volta ao Mundo. Ficou claro que não se deve tentar adotar estratégias muito diferentes dos competidores. Dessa vez vamos ficar próximos dos adversários e não inventar rotas.

Na segunda etapa, que será da África do Sul aos Emirados Árabes Unidos, nosso maior desafio será não ser atrapalhado pelos ventos fracos no final da regata, já na chegada a Abu Dhabi. Você pode fazer uma boa estratégia e estar bem posicionado para cruzar a linha de chegada, mas se não tiver sorte, poderá ir mal. O final será bem difícil.

Na edição passada, a Volvo Ocean Race fez uma ação contra os barcos piratas na costa africana. Em 2014, porém, o caminho todo está liberado. Eu não vejo isso como um problema para a Volta ao Mundo e a organização prometeu cuidar da gente na parte de segurança. Navios de apoio vão nos proteger. Não acredito que os piratas venham a atacar.