icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
22/07/2013
18:03

Em uma situação crítica no Campeonato Brasileiro, a Portuguesa está 19º lugar da tabela, com apenas sete pontos conquistados. A derrota para o Goiás, por 2 a 1, no último domingo trouxe ainda mais preocupação para os lados do Canindé. Após a derrota, o volante Correa mirou os próximos confrontos e afirmou que o campeonato ainda está no começo.

- Não adianta ficar lamentando. Temos seis pontos para disputar em casa e somos obrigados a ganhar. O campeoanato ainda está no começo, mas é claro que aparecer na zona de rebaixamento é preocupante. Por isso, precisamos das vitórias para subir na tabela - disse, após a partida.

Sobre a partida, o jogador atribuiu o mau resultado a um "vacilo" da própria equipe rubro-verde, mas acredita ainda em recuperação no campeonato nacional.

- Se tivesse empatado, não seria um absurdo. Aconteceram muitos detalhes no jogo. Saímos na frente, mas sofremos o empate em um vacilo nosso. Sabíamos que eles viriam com tudo no segundo tempo. Mas vamos reverter essa situação - concluiu.

A Lusa volta a campo neste sábado diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, em partida válida pela nona rodada do Brasileirão.

Em uma situação crítica no Campeonato Brasileiro, a Portuguesa está 19º lugar da tabela, com apenas sete pontos conquistados. A derrota para o Goiás, por 2 a 1, no último domingo trouxe ainda mais preocupação para os lados do Canindé. Após a derrota, o volante Correa mirou os próximos confrontos e afirmou que o campeonato ainda está no começo.

- Não adianta ficar lamentando. Temos seis pontos para disputar em casa e somos obrigados a ganhar. O campeoanato ainda está no começo, mas é claro que aparecer na zona de rebaixamento é preocupante. Por isso, precisamos das vitórias para subir na tabela - disse, após a partida.

Sobre a partida, o jogador atribuiu o mau resultado a um "vacilo" da própria equipe rubro-verde, mas acredita ainda em recuperação no campeonato nacional.

- Se tivesse empatado, não seria um absurdo. Aconteceram muitos detalhes no jogo. Saímos na frente, mas sofremos o empate em um vacilo nosso. Sabíamos que eles viriam com tudo no segundo tempo. Mas vamos reverter essa situação - concluiu.

A Lusa volta a campo neste sábado diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, em partida válida pela nona rodada do Brasileirão.