icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
28/11/2013
12:11

Além de perícia e de análise dos estragos causados na obra da Arena Corinthians, nesta quinta-feira os corpos das duas vítimas fatais da tragédia em Itaquera serão encaminhados para sepultamento nas suas respectivas cidades de origem.

Fábio Luiz Pereira, que perdeu a vida aos 42 anos, segue para Limeira (SP), município a 143 km da capital. Ele exercia a função de operador no canteiro de obras do estádio corintiano. Ronaldo Oliveira dos Santos, morto aos 44 anos, era montador e será conduzido a Fortaleza (CE) em caixão lacrado após os trâmites burocráticos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Enquanto isso, o ex-presidente Andrés Sanchez, principal responsável pela construção da arena, faz reunião com representantes da Odebrecht. O atual mandatário Mário Gobbi trabalha do Parque São Jorge, sede do clube.

De acordo com a construtora, a obra só será retomada na segunda-feira devido ao decreto de três dias de luto. No entanto, há a chance ainda de os trabalhos serem paralisadas por mais tempo caso o Ministério Público entenda que existe risco de novos problemas.