icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/11/2013
20:13

Foram 14 empates sem gols nesta temporada. E outras 12 derrotas sem que o Corinthians balançasse as redes adversárias. A última aconteceu neste domingo, diante do Flamengo, por 1 a 0, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Tantos confrontos sem conseguir vazar o goleiro rival fazem com que os jogadores se percam nas explicações.

Após o revés contra os rubro-negros, os corintianos tentaram explicar mais 90 minutos sem gol. Danilo, por exemplo, acredita que a falta de sorte atrapalha.

- Futebol tem dessas coisas. Antigamente, a bola do Emerson entrava. Era para sair o gol e a bola não entra, vai em cima do goleiro. Temos que continuar trabalhando - afirmou o camisa 20.

Já Alexandre Pato analisou de outra forma. Para o camisa 7 do Timão, um dos mais pressionados do elenco, a falta de produção da equipe foi a maior culpada pela derrota no Maracanã.

- A gente deveria ter chutado mais ao gol, infelizmente perdemos o jogo - afirmou, sem tanta convicção.

O meia-atacante Renato Augusto, que tentou chutes de fora da área, acredita que o maior problema é a má fase técnica, já que as chances estão sendo criadas pela equipe.

- Buscamos um pouco mais do que o Flamengo, criamos chances, mas a bola não entrou. Eu estou tentando as finalizações, estamos frustrados pelo segundo semestre - lembrou o camisa 8.

- Fizemos o nosso máximo, mas o gol não saiu. Vamos lutar muito e ver o que acontece para o ano que vem - disse o zagueiro Cleber, já projetando a próxima temporada.