icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2013
21:08

Tite e Adilson Batista não terão vida fácil no encontro entre Corinthians e Vasco, neste domingo, no Pacaembu, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Dificilmente, poucos gostariam de sentir na pele o que os dois treinadores vivem nos últimos dias.

Tite, com um currículo campeão no Timão, inicia sua primeira despedida no comando do clube. Após anunciar que não segue em 2014 no clube - que terá Mano Menezes de volta -, ele ainda tenta se concentrar na quase impossível missão de colocar a equipe na zona da Libertadores. Além de Vasco, neste domingo, haverá Flamengo, Internacional e Náutico pela frente. Mas se concentrar não será fácil... A emoção tomará conta do treinador e da torcida corintiana, que desde a notícia tem mandado mensagens de apoio. No treino de sábado, o choro rolou solto no contato do técnico com os fãs. Um casamento que surgiu entre 2004 e 2005, foi retomado em outubro de 2010, que passou por títulos do Brasileirão em 2011, da Libertadores e do Mundial, em 2012, do Paulistão e da Recopa Sul-Americana, em 2013, chegará novamente ao fim.

- Vai que nós nos classificamos para a Libertadores e eu me grudo naquele mastro (do CT Joaquim Grava) e ninguém me arranca daqui (risos) - brincou, na coletiva de sua despedida.

Do lado vascaíno, Adilson Batista sofre com o fantasma do rebaixamento. Antecessor de Tite no Corinthians em 2010, ele assumiu o clube há algumas rodadas, no lugar de Dorival Júnior, com a missão ingrata de sair da zona da degola. O feito foi alcançado em uma rodada, mas na última o Cruz-Maltino já voltou a viver o inferno e, hoje, encontra-se na antepenúltima colocação. Adilson soma passagens fracassadas recentes na carreira e uma queda para a Série B seria mais um duro golpe.

O Corinthians, que vem de duas vitórias consecutivas, sobre Fluminense e Coritiba, não terá Alexandre Pato, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além dele, Cássio, Fábio Santos, Maldonado e Guerrero estão fora por lesão. A novidade será o meia Renato Augusto, que foi poupado por desgaste físico na última rodada.

O Vasco, pensando em concentração para o duelo e isolamento do elenco, realizou um período de treinos em Atibaia, no interior de São Paulo. Batista espera que os jogadores recuperem o ânimo para a sequência da competição.

- Primeiro precisamos recuperar o lado emocional dos jogadores, tentar mostrar o que a gente quer, o que a gente gosta de ver, e esses dias em Atibaia devem servir para isso - declarou.

Como de costume, o treinador fez bastante mistério com relação ao time que estará em campo neste domingo. O apoiador Bernardo chegou a ser escalado entre os 11, mas depois retornou para o time reserva, assim como o meia Francismar e o atacante André. Na maior parte do tempo, Adilson treinou a equipe no esquema 3-6-1 e com apenas uma novidade com relação ao time que foi derrotado pelo Grêmio, na última quarta-feira. O lateral-esquerdo Yotún entrou na vaga do suspenso Pedro Ken e Wendel, que vinha sendo improvisado na lateral, foi deslocado para o meio.

Durante a semana, a comissão técnica cruz-maltina mostrou vídeos, como uma espécie de aula teórica, com os erros mais recorrentes no time durante a temporada para alertar os jogadores. Agora, resta saber se os alunos da Colina aprenderam a lição e se vão voltar para o Rio de Janeiro com os três pontos na bagagem.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X VASCO

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 17/11/2013 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio S. Santiago (Fifa-MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

CORINTHIANS: Walter, Edenilson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Emerson Sheik, Douglas e Romarinho; Renato Augusto. Técnico: Tite

VASCO: Alessandro, Renato Silva, Jomar, Cris; Fagner, Guiñazú, Abuda, Wendel, Marlone e Yotún; Edmilson. Técnico: Adilson Batista