icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/04/2014
11:00

Mais do que estar dividido entre Copa do Brasil e Brasileirão, o Corinthians enfrentará uma maratona de viagens no próximos dias, com muito deslocamento e pouco tempo para preparação e treinos.

Nesta segunda, os titulares fizeram apenas um trabalho regenerativo no CT Joaquim Grava e a delegação embarcou às 20h50, em voo de cerca de quatro horas, para Manaus (AM), onde a equipe enfrenta o Nacional-AM nesta quarta, às 22h, na Arena Amazônia, pela Copa do Brasil.

– Claro que dificulta um pouco, mas isso não é desculpa, tem que chegar lá e sair com o objetivo, que é a vitória. O que a comissão técnica pediu é para a gente descansar mesmo. Volta na quinta e domingo já tem jogo – afirmou o volante do Guilherme, em entrevista coletiva.

A pedido do clube, o jogo contra Nacional, inicialmente marcado para o dia 23, foi adiado em uma semana – na ocasião, o Timão alegou para a CBF que por falta de voos não conseguiria deslocar a delegação de Uberlândia (MG), onde enfrentou o Atlético-MG num domingo, pela estreia no Brasileirão, até Manaus.

O Corinthians joga nesta quarta à noite e volta na quinta à tarde para São Paulo em um voo que terá escala em Brasília, e uma espera de três horas na Capital Federal. A chegada está prevista para 22h no Aeroporto de Guarulhos (SP).

Na sexta-feira, os titulares terão tempo apenas para um treino regenerativo no CT e, no sábado, haverá a preparação para o duelo contra a Chapecoense, em Chapecó (SC), no domingo, pelo Brasileiro. A viagem para o Sul já ocorrerá no próprio sábado, após o treino da manhã.

Guilherme: cansaço não vai atrapalhar atuação em Manaus