icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
06/07/2014
10:01

Contratado por uma empresa da cidade de Uberaba (MG), o Corinthians disputará amistoso contra uma equipe local neste domingo, às 17h, no Estádio Municipal Engenheiro João Guido, mais conhecido pelo apelido "Uberabão". O local foi liberado pela Polícia Militar para sua lotação máxima. Assim, pouco mais de 14 mil torcedores terão a oportunidade de ver a terceira partida da história do clube paulista na cidade do Triângulo Mineiro, região de forte concentração de corintianos e curiosidades em sua vida esportiva.

A primeira vez do Timão em Uberaba foi em 1967, contra o mesmo Uberaba Sport Club que será desafiado neste domingo, 47 anos depois. Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians venceu por 2 a 1 no modesto Estádio Boulanger Pucci, então casa do clube mineiro, com capacidade para apenas oito mil torcedores. Hoje, o Colorado não utiliza mais esse estádio por conta de uma história bem curiosa. Para se ter uma ideia, essa história envolve chuvas, processos judiciais e Xuxa, a "Rainha dos Baixinhos".

Em 1998, um empresário da cidade, então vice presidente do Uberaba SC, contratou o "Xou da Xuxa", com direito a presença de paquitas e apresentação do grupo You Can Dance, de cantores e dançarinos homens, cujo maior sucesso é uma música chamada "Bota o bumbum pra dançar". O problema é que naquele dia choveu demais em Uberaba, e o evento acabou dando prejuízo. Segundo relatos da época, o já citado vice-presidente do Colorado pagou os custos com recursos próprios e depois pediu ressarcimento ao clube, como se o Uberaba tivesse contratado o show.

A confusão foi para a justiça e o Boulanger Pucci foi colocado em leilão em 2011. O estádio está de pé até hoje, mas sem uso e sem comprador. Na semana passada, o Uberaba SC anunciou a retomada das ações judiciais para reaver este e outros bens perdidos durante a década de 90, que foi justamente o período em que passou a mandar seus jogos no Uberabão, o estádio municipal.

UBERABÃO TEM MARCA CORINTIANA

Em maio, brincadeira fez do Reizinho autor do primeiro gol da Arena Corinthians (Foto: Eduardo Viana/LANCE!Press)

Rivellino marcou o primeiro gol da Arena Corinthians de maneira "inusitada", mas pode se orgulhar de ter balançado pela primeira vez as redes do Uberabão, em 1972. Na ocasião, a cidade financiou um amistoso entre a Seleção Brasileira principal e a olímpica para a inauguração do estádio. Astros como Leão, Clodoaldo, Gerson, Jairzinho, Tostão, Falcão (então no time olímpico) e o Reizinho marcaram presença. Mas coube ao ídolo corintiano anotar o primeiro tento da história do Uberabão na vitória por 2 a 1 sobre os jovens - completaram o placar Jairzinho e Zé Carlos.

O Corinthians, por sua vez, só foi pisar no gramado do Uberabão em 1995, para atuar como visitante em uma partida diante do Fluminense pelo Campeonato Brasileiro. Já era reta final do torneio e o Timão, então comandado pelo técnico Eduardo Amorim, precisava vencer para manter o sonho de classificação às semifinais. O problema era a suspensão do principal jogador do time, o meia Marcelinho Carioca. O desfalque do astro em Uberaba levou o treinador a um desabafo que irritou os comandados na época.

- Dependemos muito do Marcelinho, ele representa meio time. Seria como o Santos jogar sem o Giovanni e o Palmeiras sem o Rivaldo - ilustrou Amorim, que não conseguiu passar do 1 a 1 contra o Fluminense de Joel Santana, que conseguiu a classificação e foi eliminado justamente pelo Santos de Giovanni. O campeão, no entanto, acabou sendo o Botafogo de Túlio Maravilha.

Em 2014, Mano Menezes nem pensou nessa história de trazer só "meio time". Com força total, inclusive os reforços Anderson Martins, Elias e Ángel Romero, o Corinthians tentará fazer feliz a torcida que não vê desde 1995.