icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
18:20

Recém-eliminado da Copa do Brasil, o Corinthians tenta retomar o foco no Campeonato Brasileiro, competição da qual é líder. Para se manter na ponta da classificação, porém, a equipe alvinegra precisará de ao menos um reforço. Quem diz é o técnico Tite.

Em entrevista concedida no fim de tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, o treinador do Timão cobrou da diretoria a contratação de um centroavante "de imposição". Tal jogador chegaria para suprir uma carência do time: a bola área. Dos 30 gols feitos pelo Corinthians no Brasileirão, apenas um foi anotado de cabeça.

Ao ser questionado se o Corinthians precisa de peças para o restante da temporada, Tite usou a derrota da última quarta-feira, contra o Santos, por 2 a 1, como exemplo para explicar a importância de um elenco mais completo.

– Sim, principalmente jogadores que a gente tem aí... Que têm características que nós não temos. Jogador de área. Sabe quantos cruzamentos fizemos contra o Santos? 20. Tivemos quase 65% de posse de bola. O que o Santos buscou? Contra-ataque. Tem que ter diversas formas, atletas com características para diferentes momentos. Para 20 cruzamentos tem que ter jogador de imposição física, bola aérea. O grupo necessita, estamos buscando esse – argumentou o comandante alvinegro.

Luciano, então titular do Corinthians na reta final do primeiro turno do Brasileirão, sofreu ruptura nos ligamentos cruzados do joelho direito e somente retornará aos gramados em 2016. Assim, Vagner Love vem atuando como centroavante do Timão.

Vale lembrar que a janela de transferências internacionais para o Brasil está fechada desde o dia 21 de julho. Em caso de contratação de algum jogador do exterior, o Corinthians precisará buscar atletas que rescindiram seus contratos até o fechamento da janela. No mercado nacional, restam opções nas séries B, C e D. Na Série A, somente podem ser transferidos aqueles que disputaram menos de sete jogos por sua equipe.

Recém-eliminado da Copa do Brasil, o Corinthians tenta retomar o foco no Campeonato Brasileiro, competição da qual é líder. Para se manter na ponta da classificação, porém, a equipe alvinegra precisará de ao menos um reforço. Quem diz é o técnico Tite.

Em entrevista concedida no fim de tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, o treinador do Timão cobrou da diretoria a contratação de um centroavante "de imposição". Tal jogador chegaria para suprir uma carência do time: a bola área. Dos 30 gols feitos pelo Corinthians no Brasileirão, apenas um foi anotado de cabeça.

Ao ser questionado se o Corinthians precisa de peças para o restante da temporada, Tite usou a derrota da última quarta-feira, contra o Santos, por 2 a 1, como exemplo para explicar a importância de um elenco mais completo.

– Sim, principalmente jogadores que a gente tem aí... Que têm características que nós não temos. Jogador de área. Sabe quantos cruzamentos fizemos contra o Santos? 20. Tivemos quase 65% de posse de bola. O que o Santos buscou? Contra-ataque. Tem que ter diversas formas, atletas com características para diferentes momentos. Para 20 cruzamentos tem que ter jogador de imposição física, bola aérea. O grupo necessita, estamos buscando esse – argumentou o comandante alvinegro.

Luciano, então titular do Corinthians na reta final do primeiro turno do Brasileirão, sofreu ruptura nos ligamentos cruzados do joelho direito e somente retornará aos gramados em 2016. Assim, Vagner Love vem atuando como centroavante do Timão.

Vale lembrar que a janela de transferências internacionais para o Brasil está fechada desde o dia 21 de julho. Em caso de contratação de algum jogador do exterior, o Corinthians precisará buscar atletas que rescindiram seus contratos até o fechamento da janela. No mercado nacional, restam opções nas séries B, C e D. Na Série A, somente podem ser transferidos aqueles que disputaram menos de sete jogos por sua equipe.