icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni
07/11/2014
09:02

O Corinthians ainda não desistiu de contar com Paolo Guerrero nas partidas contra Bahia e Goiás, que serão disputadas nos próximos dias 16 e 19 de novembro, respectivamente, pelo Campeonato Brasileiro. Após o confronto deste domingo, contra o Santos, o peruano terá de se apresentar à seleção, que disputará dois amistosos contra o Paraguai, nas cidades de Lima e Assunção.

O clube de Parque São Jorge, porém, quer tentar evitar que seu principal jogador fique ausente na reta final e, com a ajuda do próprio Guerrero, conversar com a Federação Peruana para tentar que ele esteja à disposição de Mano Menezes, ao menos no segundo jogo, contra os goianos, provavelmente na cidade de Belém (PA). Foi isso que ocorreu na última convocação, quando o camisa 9 voltou ao Brasil antes do segundo amistoso e atuou contra o Galo, pela Copa do Brasil.

Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians, já teve uma conversa preliminar com Guerrero, para tratar justamente da possível liberação dos amistosos. Ele voltará a se reunir com o atacante assim que retornar dos Estados Unidos, onde acerta a participação do Timão na Florida Cup.

O inusitado fica por conta da real possibilidade de um confronto entre Guerrero e Ángel Romero, já que o jovem paraguaio foi chamado pela primeira vez para defender a seleção do seu país, onde aliás poderá voltar a jogar com o irmão gêmeo, Óscar.