icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2014
14:36

Sexta opção de Mano Menezes no setor ofensivo, o jovem Paulinho foi liberado pelo Corinthians e emprestado ao América-RN até o fim do Campeonato Brasileiro da Série B. Chamado de Paulo Victor nos tempos em que o volante da Seleção Brasileira defendia o Timão, o atacante tem 21 anos e foi revelado nas categorias de base do próprio clube. A ideia do Corinthians é dar rodagem ao garoto e enxugar o elenco para o segundo semestre.

Mano já tinha a ideia de diminuir o volume de peças no elenco antes da pausa da Copa do Mundo, quando Ángel Romero, Elias, Nicolás Lodeiro e Anderson Martins foram contratados. Quando os quatro começaram a treinar, alguns jogadores perderam espaço nos treinos coletivos e atividades do dia a dia no CT Joaquim Grava. Inclusive Paulinho, que chegou a Natal já nesta terça-feira e assistiu em plena Arena das Dunas a vitória do América-RN por 4 a 2 sobre o Bragantino.

O volante Jocinei puxou a fila. Com contrato até o fim do ano, rescindiu e também jogará a Série B, mas com a camisa da Portuguesa. Depois, o goleiro Júlio César, outra revelação da base alvinegra, foi cedido ao Náutico e não retornará mais ao Corinthians. Além de Paulinho, o próximo nome da lista que o Timão irá se desfazer é o do meia peruano Cachito Ramírez, em negociação avançada com a Portuguesa.

O único jogador que deixa o Corinthians e renderá lucro é o volante Guilherme, vendido por 4 milhões de euros (R$ 12 milhões) à Udinese, da Itália. O clube paulista tem 30% dos direitos e receberá 1,2 milhão de euros (R$ 3,6 milhões) pelo negócio. Já sem contar com Guilherme, Paulinho e Cachito, o elenco corintiano deve iniciar o segundo semestre com 30 jogadores.

O atacante Marcelo, do Atlético-PR, ainda interessa, mas a diretoria do Corinthians vê o negócio com muito pessimismo.