icons.title signature.placeholder Bruno Andrade, Eduardo Mendes e Igor Siqueira
16/04/2014
12:01

O temor do Palmeiras de perder Alan Kardec para o Corinthians durou pouco. Apesar do interesse na contratação do atacante, a diretoria do Corinthians prometeu ao arquirrival que não vai disputar a contratação do jogador. O presidente corintiano Mário Gobbi chegou até a enviar um e-mail para o presidente palmeirense Paulo Nobre rechaçando qualquer briga pelo atleta.

- O interesse do Corinthians não nos preocupa porque o presidente Mário Gobbi me escreveu na semana passada rechaçando a chance de contratar o Alan (Kardec). Recentemente, surgiram outros rumores na imprensa de que o Corinthians estaria tentando a contratação. Aí, liguei para o Mário e, novamente, ele me garantiu que não vai tentar contratar o jogador. A palavra do presidente do Corinthians basta, confio nele - declarou Paulo Nobre, ao LANCE!Net.

Conforme o LANCE!Net revelou nesta quarta-feira, Alan Kardec é um velho desejo do Timão. Para os dirigentes corintianos, no entanto, o avanço da negociação do jogador com o Palmeiras atrapalhou o sonho corintiano.

O vínculo do centroavante com o Verdão vai até o fim de junho, mas o clube tem de pagar 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) ao Benfica (POR) até o último dia de maio. A diretoria concluiu dois dos três passos fundamentais das tratativas: encaminhou a forma de pagamento dos 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) com o Benfica, clube português que detém os direitos econômicos do atleta, e definiu com o camisa 14 que novo vínculo seria por cinco temporadas, até2019. Kardec aceita ganhar por produtividade, mas o valor oferecido ainda não agradou.

- A negociação com o Benfica está adiantada, assim como a conversa com o Kardec. A negociação é difícil, complicada, mas acredito que vamos acertar tudo até o fim do mês - finalizou Nobre.